Super Hiper Mega Banner

#052-Timbuktu

Primeiramente eu gostaria de agradecer ao amigo e leitor do Daiblog, Adrian Potter que teve o bom gosto de me dar de presente de aniversário este livro. Até então eu não conhecia o Paul Auster e vi que ele é um escritor muito bom.

Willy é um poeta-mendigo, homem de ilusões e boas intenções. Um verdadeiro homem-bomba que oscila entre a bondade do espírito natalino (Papai Noel é fundamental na história!!!) e a insanidade. Junto com seu fiel amigo, o cachorro Mr Bones, ele vaga pelo mundo durante seus últimos momentos de vida. Com a saúde extremamente fraca e sem ter ninguém para ajudá-lo, Willy tenta seu último esforço na vida: tentar encontrar um novo lar para Mr Bones e não perder seus textos literários.

Mas o personagem principal do livro não é Willy, é o cachorro. Mr Bones pensa, entende a língua dos homens e pensa como qualquer ser humano. E também tem complexos sonhos e um plano: ir para Timbuktu. Quando Willy morre, vai para Timbuktu, a terra dos espíritos. Um lugar onde os cachorros selecionados podem conversar com os humanos e as pessoas vivem tranquilas. Quando Mr Bones perde seu amigo, sua vida fica sem rumo e ele precisa seguir em frente, mesmo sem saber para onde ir.

É uma história dramática sobre o relacionamento entre um homem na miséria e um cachorro que é praticamente uma pessoa. Timbuktu é comovente e deixa claro que algumas poucas pessoas são boas demais para este mundo, esse lugar frio e cruel onde não se pode confiar em ninguém e nada é o que parece. Apesar de toda crítica, o livro não é pesado. Tem sempre um tom melancólico e as vezes até amargo, nessa concepção de encarar o mundo; mas mesmo assim guarda momentos de humor e poesia. Terminei a leitura querendo ler mais Paul Auster!
Cotação do Da: ***1/2
Obs: A primeira imagem é a capa nacional do livro. Já a de baixo é de uma edição internacional.
* * *

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.