Super Hiper Mega Banner

#118-O albergue

Três amigos norte-americanos viajam pela Europa em busca de novas emoções. A sensação de liberdade e independência é tudo que adolescentes podem querer na vida. Então a viagem é cheia de diversão e amizade. Só que este é um filme de terror, por isso é claro que as coisas não terminar muito bem. Ah, não vão não!

Quando um rapaz mostra fotos de lindas garotas nuas que adoram estrangeiros, os amigos decidem ir para um albergue numa cidadezinha da Eslováquia para encontrar as jovens. E o lugar se mostra tranqüilo e perfeito para orgias e fantasias sexuais. Só que as duas garotas que dividem o quarto deles querem outra coisa. Ah, querem sim!
O enredo é interessante, com uma história assustadora que dizem ter sido baseado num caso real (de uma empresa tailandesa). No geral, "O albergue" é um filme de terror melhor do que a maioria, por ter a coragem de mostrar mais violência que filmes "limpinhos" como "
Quando um estranho chama" (onde a violência é apenas verbal). A maioria dos filmes disfarça o nível de sangue para que a censura não impeça o aumento das bilheterias. Agora existe todo um boato dizendo que é excessivamente pesado e para estômagos fortes. Não é para tanto! Filmes da macabra série Guinea Pig, por exemplo, são bem piores! Ah, são bem piores sim!

Eli Roth já havia dirigido "Cabana do inferno", um bom filme que já tinha sangue de sobra. Agora, com uma produção melhor (associada ao poderoso nome de Quentin Tarantino) ele aproveitou e fez um filme bem mais sangrento. E perturbador, se você acreditar e parar para pensar na existência de algum lugar como aquele.
E é interessante a forma que as coisas vão acontecendo. O lugar parece um paraíso e depois vai se tornando ameaçador até ficar infernal. Um país bem distante onde falam outra língua e com
pessoas estranhas é o palco ideal para que um paranóico possa ter a certeza que vai se dar mal. Mas, nesse caso, é com razão. A trilha sonora chega a ser exagerada e deixa tudo ainda mais
apavorante.

A combinação de violência com sexo foi bem explorada, com cenas eróticas de garotas provocantes e uma ligação entre as mortes cruéis com o sentimento de sadismo e prazer no sofrimento. "O albergue" é indicado para quem não se preocupa muito com uma história excelente e sim boas seqüências de ação e carnificina. Nesse caso, a meia hora final é ótima. Pena que é um filme que passa muito depressa. Cotação do Dai: ***1/2

Hostel (EUA, 2005) Dirigido por: Eli Roth Com: Jay Hernandez, Derek Richardson, Eythor Gudjonsson...

Veja aqui o excelente trailer do filme "O albergue":

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.