Super Hiper Mega Banner

#155-Marcas da violência

Apesar de ser dirigido por David Cronenberg, esse filme não se parece muito com o mesmo Cronenberg de "A mosca" ou "Scanners, sua mente pode destruir" ou qualquer outro filme que pode classificar o diretor como "extravagante". O diretor realmente passou daquela fase explícita e bizarra (infelizmente), mas a violência no filme continua sendo cronenberguiana!

Tom Stall (Viggo Mortensen) é um homem de família que trabalha num restaurante numa pacata cidade. Quando dois assaltantes invadem o local, ele consegue matar ambos numa destreza e velocidade impressionantes. Em pouco tempo, ele se torna o herói da comunidade, aparecendo em jornais e na televisão.
Photobucket - Video and Image Hosting
O problema é que muitas pessoas ficaram sabendo do acontecido e a fama de Tom Stall faz com que estranhos sujeitos, em especial Ed Harris (de "O segredo do abismo") apareçam na cidade. A esposa de Edie (Maria Bello, de "Escuridão") não consegue compreender o que está acontecendo e a verdade não tarda a surgir.
Photobucket - Video and Image Hosting
"Marcas da violência" é um filme violento, no sentido mais real da palavra. Não são muitas as cenas sangrentas, mas elas são todas bem feitas e fortes. A história chama a atenção pelo fato de mostrar como as coisas se modificam por causa da violência. Seja na vida pessoal de Stall ou nos xingamentos que seu filho sofre na escola, o comportamento agressivo desconstrói tudo, separando todos. Um bom filme. Cotação do Dai: ***

Observação: No dvd existe como bônus uma cena que foi deletada e que merece ser assistida. É a cena mais Cronenberg, vale a pena ver!
A history of violence (EUA, 2005) Dirigido por: David Cronenberg. Com: Viggo Mortensen, Maria Bello, Ed Harris, William Hurt...
Clique aqui para assistir o trailer de "Marcas da violência" (com legendas em português):

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.