Super Hiper Mega Banner

#197-Criatura maligna

Angela Bettis (do remake "Carrie, a estranha") é uma extravagante (para não repetir estranha) mulher que tem um fascínio por insetos. Sua vida lésbica anda de mal a pior porque ela não consegue encontrar parceiras que compreendam o amor que ela sente pelos bichinhos invertebrados. Mas, para a sorte de Ida, uma jovem e bonita garota parece se interessar por ela.

Enquanto rola um clima homo-romântico entre ambas, Ida recebe misteriosamente um pacote brasileiro vindo por "Correio de ar" (está assim no filme!). Ela abre e descobre que se trata de um inseto muito diferente. A nova criatura (que é maligna, é claro) passa a morar dentro da casa de Ida, que possui diversos aquários com outros bichos.

Mas como se pode imaginar, a criatura é maligna, e é claro que coisas estranhas começarão a acontecer. Enquanto a relação com a garota vai se apimentando, o inseto vindo Brasil faz a festa (no apê). Então Ida terá que lidar com o desaparecimento da criatura, com seu relacionamento e com a presença da homofóbica síndica do prédio (que também pode ser considerada outra criatura maligna!).
O filme é todo levado na base da comédia, sendo impossível levá-lo a sério. Interpretações exageradíssimas. O próprio inseto é muito mal feito! Dirigido por Lucky McKee (de "May, obsessão assassina"), esse é 10° episódio da série "Mestres do terror". Com certeza existem outros diretores de terror que são bem melhores, mas o filme não afunda por já ser declarado trash logo no início. Então não espere ficar com medo ao ver e assista só se tiver já em mente que não é terror sério. O final é engraçado e sarcástico.

Cotação do Dai: ***

Leia mais sobre outros filmes da série "Mestres do terror" já comentados aqui no Daiblog: "
Dança dos mortos" e "Lenda assassina" (que também pode ser considerado um terrir).

Sick girl (EUA, 2006) Dirigido por: Lucky McKee Com: Erin Brown, Angela Bettis, Jesse Hlubik, Marcia Bennett, Mike McKee...

Veja aqui o trailer do filme Criatura maligna:


* * *
LEITURA
Screwjack

Hunter S. Thompson inventou o jornalismo gonzo. Ele era um repórter m
aluco e criativo que escrevia matérias surpreendentes e inusitadas, contrariando tudo o que você imaginar quando vai ler uma reportagem! Nesse livro, estão reunidos três textos: "Mescalito", "Morte de um poeta" e "Screwjack" (é óbvio).

Sem sombra de dúvidas o livro não é para qualquer um. O senso de humor negro é altamente corrosivo e as situações descritas são exóticas e bizarras (é essa a palavra certa!). A primeira crônica fala da experiência com uma droga chamada mescalina (sim, ele se drogou e escreveu). Já a segunda (e a minha favorita) fala sobre um amigo muito diferente com hábitos suspeitos e mórbidos. E o terceiro texto, título do livro, é uma romântica e absurda declaração de amor. Mas não espere nada convencional ou dentro dos parâmetros do "normal e saudável". Demais!

Demais! Cotação do Dai: ****1/2
Editora: Conrad
ISBN: 8576160943
Ano: 2005
Edição: 1
Número de páginas: 78
Acabamento: Brochura

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.