Super Hiper Mega Banner

#274-Jogos sangrentos

Se você pesquisar sobre esse filme provavelmente só vai encontrar críticas negativas. Mas aqui no Daiblog você vai ler que não é tão ruim assim. "Jogos sangrentos" pode não ser um dos melhores filmes, mas possui bons momentos e pertence à safra de produções britânicas de terror que sempre merecem uma conferida, como "Os selvagens" e "Mutilados".


O título lembra alguma continuação da franquia do Jigsaw, como "Jogos mortais 2". Mas não se deixe enganar. Existe um único jogo durante o filme. Mas este é sangrento o suficiente para impressionar logo de cara quem acha que vai achar um filme limpinho e sem sangue. O que funciona logo de início como uma boa chamada para assistir ao longa, funciona também como um defeito, já que a melhor parte é justamente o começo!



A história, que supostamente aconteceu de verdade, é sobre uma mulher que foi seqüestrada por um homem que vive numa floresta. Depois de passar pelo tal jogo sangrento (e repito, bota sangrento nisso!), ela foi acorrentada numa árvore, num regime de escravidão. E o filme é basicamente isso, com a mulher presa tentando fugir e descobrir onde está a filha (que pode ter sido seqüestrada também).


Tudo poderia ser ótimo se o elenco não fosse tão ruim. A loira que interpreta a mãe é uma atriz tão fraca, que torcemos para que ela morra logo e desapareça de vez da tela. O choro é muito artificial e a atuação deixa a desejar, sendo o ponto mais fraco da produção. Por outro lado, a maquiagem é caprichada, com elementos sanguinários que parecem reais. Apesar do assassino não ser assustador, o filme mantém uma boa tensão, com alguns momentos bem agoniantes. O final também não é dos melhores, mas o começo do filme é tão bom que merece uma conferida.
Cotação do Dai: **1/2


Broken (Reino Unido, 2006) Dirigido por: Simon Boyes e Adam Mason Com: Nadja Brand, Eric Colvin, Atesh Salih, Abbey Stirling...

Veja aqui o trailer do filme Jogos sangrentos (com legendas em português):

Confira aqui a lista completa de todos os indicados ao Oscar 2007 em todas as categorias!
Melhor filmeBabel
Os Infiltrados
Cartas de Iwo Jima

Pequena Miss Sunshine
A Rainha


Melhor diretorBabel (Alejandro González Iñárritu)
Os Infiltrados (Martin Scorsese)
Cartas de Iwo Jima (Clint Eastwood)
A Rainha (Stephen Frears)
Vôo 93 (Paul Greengrass)


Melhor ator
Leonardo DiCaprio (Diamante de Sangue)
Ryan Gosling (Half Nelson)
Peter O´Toole (Venus)
Will Smith (À Procura da Felicidade)
Forest Whitaker (O Último Rei da Escócia)

Melhor atrizPenélope Cruz (Volver)
Judi Dench (Notas sobre um Escândalo)

Helen Mirren (A Rainha)Meryl Streep (O Diabo Veste Prada)
Kate Winslet (Pecados Íntimos)

Melhor ator coadjuvanteAlan Arkin (Pequena Miss Sunshine)
Jackie Earle Haley (Pecados Íntimos)
Djimon Hounsou (Diamante de Sangue)
Eddie Murphy (Dreamgirls - Em Busca de um Sonho)
Mark Wahlberg (Os Infiltrados)

Melhor atriz coadjuvante
Adriana Barraza (Babel)
Cate Blanchett (Notas sobre um Escândalo)
Abigail Breslin (Pequena Miss Sunshine)
Jennifer Hudson (Dreamgirls - Em Busca de um Sonho)
Rinko Kikuchi (Babel)

Melhor roteiro original
Babel (Guillermo Arriaga)
Cartas de Iwo Jima
(roteiro de Iris Yamashita; argumento de Iris Yamashita e Paul Haggis)Pequena Miss Sunshine (Michael Arndt)
O Labirinto do Fauno (Guillermo del Toro)
A Rainha (Peter Morgan)

Melhor roteiro adaptado

Borat: O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América (roteiro de Sacha Baron Cohen, Anthony Hines, Peter Baynham e Dan Mazer; argumento de Sacha Baron Cohen, Peter Baynham, Anthony Hines e Todd Phillips)
Filhos da Esperança (Alfonso Cuarón, Timothy J. Sexton, David Arata, Mark Fergus e Hawk Ostby)
Os Infiltrados (William Monahan)Pecados Íntimos (Todd Field e Tom Perrotta)
Notas sobre um Escândalo (Patrick Marber)

Melhor fotografia
Dália Negra (Vilmos Zsigmond)
Filhos da Esperança (Emmanuel Lubezki)
O Ilusionista (Dick Pope)

O Labirinto do Fauno (Guillermo Navarro)
O Grande Truque (Wally Pfister)

Melhor ediçãoBabel (Stephen Mirrione e Douglas Crise)Diamante de Sangue (Steven Rosenblum)Filhos da Esperança (Alex Rodríguez e Alfonso Cuarón)
Os Infiltrados (Thelma Schoonmaker)
Vôo 93 (Clare Douglas, Christopher Rouse e Richard Pearson)
Melhor direção de arte
Dreamgirls
(Direção de arte: John Myhre/ Set: Nancy Haigh)O Bom Pastor (Direção de arte: Jeannine Oppewall/ Set: Gretchen Rau e Leslie E. Rollins)O Labirinto do Fauno (Direção de arte: Eugenio Caballero/ Set: Pilar Revuelta)Piratas do Caribe - O Baú da Morte (Direção de arte: Rick Heinrichs/ Set: Cheryl A. Carasik)O Grande Truque (Direção de arte: Nathan Crowley/ Set: Julie Ochipinti)

Melhor figurino
A Maldição da Flor Dourada (Yee Chung Man)
O Diabo Veste Prada (Patricia Field)
Dreamgirls - Em Busca de um Sonho (Sharen Davis)
Maria Antonieta (Milena Canonero)
A Rainha (Consolata Boyle)


Melhor trilha sonoraBabel (Gustavo Santaolalla)
The Good German (Thomas Newman)
Notas sobre um Escândalo (Philip Glass)
O Labirinto do Fauno (Javier Navarrete)
A Rainha (Alexandre Desplat)



Melhor canção
I Need to Wake Up, de Uma Verdade Inconveniente (Melissa Etheridge)
Listen, de Dreamgirls - Em Busca de um Sonho
(música de Henry Krieger e Scott Cutler, letra de Anne Preven)Love You I Do, de Dreamgirls - Em Busca de um Sonho (música de Henry Krieger, letra de Siedah Garrett)
Our Town, de Carros (Randy Newman)
Patience, de Dreamgirls - Em Busca de um Sonho
(música de Henry Krieger, letra de Willie Reale)
Melhor maquiagem
Apocalypto (Aldo Signoretti e Vittorio Sodano)
Click (Kazuhiro Tsuji e Bill Corso)
O Labirinto do Fauno (David Marti e Montse Ribe)


Melhor edição de somApocalypto (Sean McCormack e Kami Asgar)
Diamante de Sangue (Lon Bender)
A Conquista da Honra (Alan Robert Murray e Bub Asman)
Cartas de Iwo Jima (Alan Robert Murray)
Piratas do Caribe - O Baú da Morte (Christopher Boyes e George Watters 2º)


Melhor mixagem de somApocalypto (Kevin O´Connell, Greg P. Russell e Fernando Camara)
Diamante de Sangue (Andy Nelson, Anna Behlmer e Ivan Sharrock)Dreamgirls - Em Busca de um Sonho (Michael Minkler, Bob Beemer e Willie Burton)A Conquista da Honra (John Reitz, Dave Campbell, Gregg Rudloff e Walt Martin)Piratas do Caribe - O Baú da Morte (Paul Massey, Christopher Boyes and Lee Orloff)
Melhor efeito especial
Piratas do Caribe - O Baú da Morte
(John Knoll, Hal Hickel, Charles Gibson e Allen Hall)Poseidon (Boyd Shermis, Kim Libreri, Chaz Jarrett e John Frazier)
Superman Returns (Mark Stetson, Neil Corbould, Richard R. Hoover e Jon Thum)

Melhor animação
Carros, de John Lasseter
Happy Feet - O Pingüim, de George Miller
A Casa Monstro, de Gil Kenan

Melhor filme estrangeiro
After the Wedding (Dinamarca)
Dias de Glória (Argélia)
The Lives of Others (Alemanha)
O Labirinto do Fauno (México)
Water (Canadá)

Melhor documentário em longa-metragem
Deliver Us from Evil
Uma Verdade Inconveniente
Iraq in Fragments
Jesus Camp

My Country, My Country

Melhor documentário em curta-metragem
The Blood of Yingzhou District
Recycled Life
Rehearsing a DreamTwo Hands


Melhor animação em curta-metragem
The Danish Poet (Torill Kove)
Lifted (Gary Rydstrom)

The Little Matchgirl (Roger Allers e Don Hahn)
Maestro (Geza M. Toth)
No Time for Nuts (Chris Renaud e Michael Thurmeier)

Melhor curta-metragem
Binta and the Great Idea (Binta Y La Gran Idea) (Javier Fesser e Luis Manso)
Éramos Pocos (One Too Many) (Borja Cobeaga)
Helmer & Son (Soren Pilmark e Kim Magnusson)
The Saviour (Peter Templeman e Stuart Parkyn)
West Bank Story (Ari Sandel)

Um comentário:

  1. Anônimo10:36 PM

    man se falo tao mal do filme e diz ainda que não é tão ruim assim imagina se fosse entao neh? pow o filme é bom pra karalho o que se quer criticar man vai faze um filme melhor entao porra

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.