Super Hiper Mega Banner

#334-A máscara do terror

Escrito e dirigido por George A. Romero (de "Terra dos mortos"), "A máscara do terror" não é sobre zumbis. Neste filme, Romero se distancia da sua especialidade para realizar um drama violento sobre Henry, um simples trabalhador que se transforma num vingativo assassino em série.


Henry trabalha para uma revista de moda, chamada "Bruiser" (o título original do filme) e segue uma vida sem aparentemente sob controle. Mas tudo muda quando um dia ele acorda sem o rosto. No lugar da sua expressão facial está uma máscara branca. E é esse o detalhe que faz com que ele libere todos seus violentos desejos reprimidos.



Por ter se tornado "anônimo", ele passa a se vingar de pessoas que trapaceiras e/ou colegas que tentaram enganá-lo de alguma forma. A idéia é bem divertida e lembra um pouco "Psicopata americano" só que com menos humor inteligente. O filme é uma bola de neve ao contrário. Começa com força total e vai perdendo as forças cada vez mais, até ficar fraquíssimo.


Diferente de zumbis, violência explícita e outras características que fizeram George A. Romero ser um dos mestres do horror, "A máscara do terror" é um trabalho estranho e deslocado. Não chega a ser ruim, mas também não é bom. Cotação do Dai: **
Bruiser (França / Canadá / EUA, 2000) Dirigido por: George A. Romero Com: Jason Flemyng, Peter Stormare, Leslie Hope, Nina Garbiras, Tom Atkins, Jeff Monahan, Jonathan Higgins, Beatriz Pizano...

Sem trailer disponível de "A máscara do terror" (por enquanto!)

Tecnologia do Blogger.