Super Hiper Mega Banner

#381-A espinha do diabo

Antes do excelente "O labirinto do fauno", Guillermo del Toro dirigiu um filme parecido que também envolve crianças, mistérios e uma fusão entre a realidade violenta (no caso a Guerra Civil Espanhola) com um fator sobrenatural (fantasmas). "A espinha do diabo" é um ótimo longa metragem indicado para quem gosta de suspense e drama.


O protagonista é Carlos, um menino que é abandonado num orfanato no meio do nada. Logo ao chegar ele conhece os adultos e crianças que lá vivem. Desde Jaime, o manda-chuva do dormitório, até o empregado imprevisível Jacinto (interpretado por Eduardo Noriega, de "Plata quemada").


O roteiro mistura a lenda de um menino que morreu e o passado obscuro do orfanato. A parte mais interessante, sem dúvidas, é a infantil. As descobertas são envolventes, mas dividem espaço com a trama dos adultos (que é menos interessante).


Produzido por Pedro Almodóvar (de "Volver"), o filme se destaca pela qualidade. A história pode não ser uma das mais criativas, mas é bem conduzida com uma direção correta e eficiente. Desgrada quem procura um filme de terror, mas é recomendado para quem procura um suspense sobrenatural com boa carga dramática.
Cotação do Dai: ****
El Espinazo del diablo (México / Espanha, 2001) Dirigido por: Guillermo del Toro Com: Eduardo Noriega, Marisa Paredes, Federico Luppi, Íñigo Garcés, Fernando Tielve, Irene Visedo...
Veja aqui o trailer do filme A espinha do diabo:


Tecnologia do Blogger.