Super Hiper Mega Banner

#391-O prazer é todo meu

Louise é uma moderna jovem responsável por uma coluna de crônicas numa rádio da França. Bem sucedida no trabalho, ela guarda energias para ter uma vida sexual potencialmente ativa. Ela sempre se encontra com François, apesar de não considerá-lo um namorado. O que importa para Louise é gozar!
  

Um dia, Louise conversa com a irmã, que afirma que sempre fingiu orgasmos para marido. A revelação deixa a radialista assustada, mas ela entra em pânico quando descobre que perdeu a capacidade de sentir prazer na cama. Assim, tenta encontrar alguma solução para o problema. O filme é recheado de bom humor, com ótimas sequências de comédia. A parte da sexshop, por exemplo, é ótima!


"O prazer é todo meu" garante boas risadas. Para uma pessoa que vivia sempre interessada em gozar, a falta de orgasmos é uma das piores coisas que pode acontecer. Louise é uma protagonista interessante porque não é bem a heroína ou garota perfeita. É cheia de defeitos e aprende muito quando deixa de sentir prazer.


O longa também guarda uma boa dosagem de drama e mostra que até hoje existem tabus sobre sexo, como a masturbação feminina. Divertido.Cotação do Dai: ***
Mais humor francês no Daiblog: "
O buquê
".

Tout le plaisir est pour moi (França, 2004) Dirigido por: Isabelle Broué Com: Marie Gillain, Julien Boisselier, Garance Clavel, Brigitte Roüan, Tsilla Chelton, Lionel Abelanski, Idit Cebula, François Marthouret ...

Veja aqui o trailer do filme "O prazer é todo meu":


Tecnologia do Blogger.