Super Hiper Mega Banner

#424-Déficit

Sempre que um ator vira diretor, existe uma dúvida em relação à qualidade do que vai ser produzido. E motivos não faltam. São duas experiências distintas e quem sabe atuar bem nem sempre consegue dirigir no mesmo nível. "Déficit" marca a estréia de Gael García Bernal (de "Babel", "Sem notícias de Deus") na direção de um longa-metragem. O resultado não é genial, mas também não é ruim.
  


Cristóbal (Gael García Bernal) é um rico adolescente que vai dar uma festa em casa. São muitos os convidados, incluindo a namorada, que não consegue achar o caminho da confraternização. Para completar o leque de personagens, os amigos da irmã de Cristóbal também estão presentes e a tarde tem tudo para ser animada.




Pouco a pouco os personagens vão sendo desenvolvidos. O título do longa se deve à situação da família do protagonista e também ao saldo resultante da festa. O prejuízo e o drama aparecem na forma de frustrações, desilusões e desentendimentos. Mas não espere um dramalhão. Apesar de ser uma produção mexicana, o filme é leve e chega a ser divertido. E boa parte das cenas engraçadas se deve aos caricatos convidados, alguns pouco trabalhados.


A atuação de Gael, principal ator do longa, não é das melhores em sua carreira. Talvéz a função de atuar e dirigir ao mesmo tempo não seja tão simples. De qualquer forma, não é total perda de tempo porque são apenas 79 minutos de duração. E os minutos são bem aproveitados, pois rendem bem. A ressalva é para a forma como a trama conclui, com um roteiro preguiçoso que tinha tudo para terminar de uma maneira mais interessante e mais dramática.
Cotação do Dai:
DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme "Déficit":



Tecnologia do Blogger.