Super Hiper Mega Banner

#445-Shortbus

Um dos destaques do Festival Internacional de Cinema de Brasília (FIC) foi o irreverente filme "Shortbus". Irreverente porque a produção é repleta de cenas de sexo explícito e fala basicamente de orgasmos e identidade sexual. São duas histórias principais. Primeiro a do casal gay que mora no mesmo apartamento e é espionado por um vizinho com intenções suspeitas.
  


Já a segunda história (e mais bem humorada) é a da terapeuta sexual Sofia. Ela é uma mulher que passa o dia conversando com casais problemáticos tentando resolver assuntos alheios, sendo que ela mesma possui um grande problema: não consegue chegar ao orgasmo com o marido. Os dois núcleos vão se encontrar num lugar chamado Shortbus.



Shortbus é um point alternativo de Nova Iorque, onde as pessoas vão para dançar, conversar ou algo mais. E é claro que neste filme o que é mostrado é justamente este algo mais. Apesar do tom de comédia que é presente durante boa parte da produção, fica no final um drama sobre as identidades sexuais e a dificuldade das pessoas em encontrar o prazer.


Entre algumas cenas com atores reais existe uma animação mostrando a cidade como um verdadeiro caldeirão de pessoas, com muitas luzes. Filme moderninho com momentos que beiram o pornô. Ainda que não inove, a coragem e boas cenas (como a do controle do vibrador que é confundido com o controle remoto da televisão) fazem com que o longa mereça uma conferida.
Cotação do Dai:
DaiblogDaiblogDaiblog

Dica: um outro filme que fala sobre orgasmos e sexo é a comédia dramática francesa "
O prazer é todo meu". Clique para ler também.

Shortbus (EUA, 2006) Dirigido por: John Cameron Mitchell Com: Sook-Yin Lee, Paul Dawson, Lindsay Beamish, PJ DeBoy, Raphael Barker, Peter Stickles, Shanti Carson...

Veja aqui o trailer do filme "Shortbus":


Tecnologia do Blogger.