Super Hiper Mega Banner

#485-Treinando o papai

Dirigido por Andy Fickman ("Ela é o cara"), a comédia "Treinando o papai" traz o golias Dwayne Johnson ("O escorpião rei") no papel de Joe Kingman, um astro do futebol americano. Idolatrado pelos fãs, ele é uma celebridade que fatura muito dinheiro e leva uma vida luxuosa. Mas os dias de Kingman mudarão totalmente no momento que uma pequena garota bater em sua porta revelando ser sua filha. A repetina aparição da menina de apenas oito anos fará com que o grandalhão aprenda uma lição mais difícil do que uma partida nos campos.

Peyton Kelly informa ao pai que ficará em sua casa por um mês, prazo que sua mãe faz um trabalho social no continente africano. De início ele não aceitará a proposta, já que ter uma filha em casa implica mais responsabilidades e deveres. A agente de Kingman, a empresária Stella Peck (Kyra Sedgwick, de "O lenhador") também acredita que o surgimento repentino de uma filha pode prejudicar a imagem do astro. Mas como "Treinando o papai" é um filme da Disney, as soluções encontradas para o problema serão as mais simples e leves possíveis.

Photobucket

Além de ter de lidar com uma garota que é uma pestinha, o mais novo pai terá que se concentrar na carreira profissional e tentar vencer o disputado campeonato esportivo. Não é novidade que a experiência paternal fará com que ele veja com outros olhos a própria condição que vivia antes da chegada da filha: festas com celebridades, consumismo e um egocentrismo gigantesco que não levava a lugar algum.

Um detalhe interessante (e bem sucedido) no roteiro foi unir dois esterótipos aparentemente opostos. Enquanto jogadores de futebol americano usam roupas grandes e parecem gigantes nos estádios, a pequena Peyton é sentimental e tem interesse pelo balé. E o novo pai terá que se habituar com o delicado universo artístico da dança com o auxílio da professora de balé de Peyton, interpretada pela caliente Roselyn Sanchez (de "Edison, poder e corrupção").

Photobucket

Apesar de não ser surpreendente em momento algum, “Treinando o papai” é mais um filme família do jeito que a Disney sabe fazer. Portanto quem for assistir já sabe o que esperar: algumas cenas de comédia, valorização dos ideais familiares, amadurecimento das personagens e seqüências emocionantes que podem arrancar lágrimas de quem se envolver com a trama. A longa duração (quase duas horas) prejudica um pouco o ritmo do filme. O longa poderia ter cenas dramáticas encurtadas. Mas a platéia mais jovem pode se divertir, principalmente se for aos cinemas tendo os pais como companhia. Filme feito na medida certa sem arriscar na inovação.
Cotação do Daiblog:
DaiblogDaiblogDaiblog

Photobucket

Dica: Leia também sobre o filme "Encantada", outra produção da Disney!

The Game Plan (EUA, 2007) Dirigido por: Andy Fickman Com: Dwayne Johnson, Madison Pettis, Kyra Sedgwick, Roselyn Sanchez, Morris Chestnut, Hayes MacArthur, Brian J. White, Kate Nauta...

Veja aqui o trailer do filme "Treinando o papai":

Tecnologia do Blogger.