Super Hiper Mega Banner

#490-Circunstâncias especiais

O Daiblog sempre foi um site de críticas de filmes. Com o passar do tempo, passou também a divulgar notas e informações sobre cinema e cultura. E hoje publica uma reportagem sobre o documentário "Circunstâncias especiais", seguida de uma breve crítica sobre o mesmo filme.

O primeiro documentário da Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-metragem do Cine Ceará foi exibido no segundo dia de competição, na sexta-feira passada. Trata-se "Special Circumstances", co-produção Chile / Estados Unidos. A direção é da dupla estreante Mariane Teleki e Hector Salgado. Marido e mulher na vida real, os dois desempenharam também o papel de detetive e cineasta para produzir o filme sobre um drama que não consegue ser esquecido facilmente.

Hector Salgado vivia em Tomé, uma pequena cidade do Chile. Aos 16 anos, ele e alguns amigos foram considerados prisioneiros políticos, sendo presos e torturados. Depois de anos de prisão, Hector foi exilado nos Estados Unidos. Alguns amigos não tiveram a mesma sorte e foram mortos. O documentário mostra a trajetória de Hector de volta ao país de origem, onde ele irá procurar e confrontar os responsáveis pela sua prisão e tortura.


Circustâncias Especiais

O tema das ditaduras e regimes autoritários na América do Sul é recorrente no cinema. No próprio Cine Ceará, a produção venezuelana Postales de Leningrado falava do mesmo assunto. A diferença é que Circunstâncias Especiais é um documentário e não uma obra de ficção. Produzido com baixo orçamento, o casal conseguiu fazer uma obra que tem o objetivo de mostrar que muitas pessoas que cometeram crimes políticos no passado permanecem em liberdade. Outra função é faz com que fique conhecida a história de Fernando Moscoso, amigo de Hector.

Como o protagonista não pôde comparecer ao Cine Ceará por estar em outro festival com o mesmo documentário, a esposa e diretora veio ao Brasil representar o filme. Durante a coletiva de imprensa, a cineasta contou sobre as motivações e dificuldades na realização da obra. Mariane nunca tinha pensado em fazer cinema antes se viu motivada pelo drama particular vivido pelo marido.

Circustâncias Especiais

A produção

“Hector começou com um documento que ele nem sabia que existia”, conta Mariane. “Depois ele pesquisou na internet. Conseguiumos ajuda na Funa, um grupo de pessoas que se reúnem pela falta de justiça. Eles vão para as casas de pessoas que violaram os direitos humanos e expõem as fotos delas”, comenta. Segundo a cineasta, o grupo ajudou nas investigações por dar informações precisas sobre o paradeiro dos envolvidos.

Mesmo assim, o documentário demorou seis anos para ser finalizado. E um dos problemas encontrados foi a verba para a produção. “Não conseguimos dinheiro no Chile, mas nos Estados Unidos sim. E dinheiro de pessoas que se sentiram ligadas com o caso”, confessa. As filmagens foram feitas com uma câmera dvdcam e uma parte em super 8.O filme tem uma postura muito intrusiva, com os envolvidos sendo filmados mesmo quando tentam escapar ou evitar se pronunciar sobre o ocorrido. A forma de registrar os depoimentos foi comparada com Michael Moore, documentarista conhecido por dirigir "Fahrenheit 9/11" e recentemente "Sicko SOS Saúde". Marine afirma que o admira trabalho do norte-americano por ele ser determinado como Hector Salgado.


Circunstâncias especiais

Mariane pensa que algum dia pode fazer outro documentário, mas prefere primeiro se recuperar. Como o filme demorou muito para ficar pronto, ela acredita que é preciso se aproximar mais das família antes de começar um novo projeto. “Estou 20 anos junto com Hector e ele não falou nada do assunto por 14 anos”, informa. “Eu sei que as pessoas precisam de tempo para falar sobre isso. Ele convivia com isso 24 horas e chorava muito durante o filme. Era difícil. Eu precisava decidir se seria cineasta ou esposa”.

"Circunstâncias Especiais" segue uma carreira de sucesso pelo mundo. Passou por 15 festivais, sendo que quatro deles foram o Chile. Boa tarde da história se passa em Tomé, cidade pouco conhecida do país. “Santiago é grande e as pessoas se esquecem dos outros lugares. Mas é importante mostrar como um povo pequeno sofreu com a ditadura”, destaca Teleki.

Crítica

É impossível não se comover com um período tão negro da história. A coragem de Hector para enfrentar os fantasmas do passado é impressionante. São poucos os documentários que conseguem seguir uma linha tão interessante. A cada cena ele se aproxima mais dos culpados pelos crimes da ditadura e quem assiste acompanha com igual emoção a busca pela justiça. Cotação do Daiblog:
DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Photobucket
A diretora Mariane Teleki posando para o Daiblog

Special Circumstances (EUA / Chile, 2007) Dirigido por: Mariane Teleki e Hector Salgado Com: Mariane Teleki e Hector Salgado...

Veja aqui o trailer do filme "Circunstâncias especiais":

Mais Cine Ceará 2008 aqui:

DaiblogDaiblog de Olho - fotos do festival 1
DaiblogDaiblog de Olho - Programação do Cine Ceará

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.