Super Hiper Mega Banner

#500-Pecados inocentes

Parece mais um episódio de "A vida como ela é", de Nelson Rodrigues, mas a história de "Pecados inocentes" não foi escrito pelo brasileiro. Em compensação, a trama foi baseada em um caso que aconteceu de verdade. O longa-metragem conta a conturbada história da família Baekeland. A mãe, Barbara, é interpretada por (Julianne Moore, de "Filhos da esperança").

Ela é casada com Brooks Baekeland (Stephen Dillane, de "As horas"), com quem teve um filho, o pequeno Tony (Barney Clark, ator que fico conhecido por protagonizar "Oliver Twist"). O relacionamento e comportamento dos pais variam do tranqüilo ao extremo. Barbara é ousada e provocante, enquanto o marido é sério e reservado.

Pecados inocentes

A família vive uma luxuosa vida alienada e as coisas ficam complexas quando Brooks deixa a esposa. A partir daí, a família perde a estrutura e o roteiro caminha para um lado cada vez mais sórdido. Quem já leu sobre "Pecados inocentes" em alguns lugares, deve conhecer a famosa e polêmica cena entre a mãe e o filho já crescido (Eddie Redmayne, de "Mentes diabólicas").

Pecados inocentes

O fato do roteiro lidar com tabus como incesto e homossexualismo pode chocar as platéias desavisadas. Ainda mais se levarmos em consideração a época que os fatos aconteceram, ou seja, entre 1946 a 1972. Mas toda polêmica não faz o filme subir em qualidade. Vale a pena conferir pelo trabalho geral do elenco, especialmente pela atuação corajosa de Julianne Moore.
Cotação do Daiblog:DaiblogDaiblogDaiblog

Savage Grace (EUA / Espanha, 2007) Dirigido por: Tom Kalin Com: Julianne Moore, Stephen Dillane, Elena Anaya, Eddie Redmayne, Belén Rueda, Unax Ugalde...


Veja aqui o trailer legendado em português do filme "Pecados inocentes":



Daiblog

Confira aqui os vencedores da Mostra Competitiva Nacional do Festival Internacional de Filmes Curtíssimos:

Melhor Filme: "Amor Caliente", Rodrigo Diaz Diaz, São Paulo, SP

Melhor Animação: "Vim dizer que estou indo", Yannet Brigiller, Florianópolis, SC (veja o filme abaixo!)

Originalidade: "Frestinha", Gustavo Cochlar, Brasilia, DF

Mostra Competitiva Brasiliense: Prêmio Brasilia 50 anos: "Idéias do Povo", Adriana de Andrade, Brasilia, DF

Júri Popular: "Arma, Bola e Joe", Fauston da Silva, Ceilândia, DF

Mais informações no site oficial.

Veja abaixo o curta "Vim dizer que estou indo", de Yannet Brigiller.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.