Super Hiper Mega Banner

#536-Era uma vez...

O diretor brasiliense Breno Silveira entrou para a história do cinema nacional por ter dirigido um dos principais sucessos de bilheteria do Brasil: “2 filhos de Francisco”. Agora seu novo filme estréia nos cinemas com uma história de amor impossível que se passa na cidade maravilhosa. Mas ao invés de terem apenas problemas por causa das famílias, o casal Dé e Nina são separados também pelo abismo das desigualdades sociais.

Nina (a bela Vitória Frate) é uma garota que mora em um valorizado apartamento com vista para a praia de Ipanema. Desiludida com um relacionamento amoroso, ela não suporta a hipocrisia que reina nas festas do pai empresário. Ela vai conhecer Dé, interpretado por Thiago Martins (ótimo ator formado na oficina Nós do Morro, na favela do Vidigal). Dé vive em uma realidade completamente diferente. Mora no morro, conhece desde cedo a violência, os traficantes e trabalha em um quiosque na praia de Ipanema.

Era uma vez

O roteiro não é o melhor exemplo de originalidade e é impossível não lembrar a obra do dramaturgo inglês William Shakespeare. Mesmo assim, “Era uma vez..." encanta pela forma que a história é conduzida. É um conto de romance universal, que com certeza pode agradar em qualquer lugar do mundo. Para quem mora no Brasil, a fórmula certeira ganha um ponto a mais, pois quem acompanha os jornais conhece muito bem a fama violenta do Rio de Janeiro e vai enxergar na história um reflexo da realidade.

Era uma vez

A produção do longa-metragem é muito boa, com destaque para a fotografia que mostra impressionantes imagens das favelas. Seqüências aéreas revelam os labirintos feitos pelas casas de tijolos, em cenas que entram em contraste com o mundo da classe média alta da mocinha Nina. Ficam evidentes durante todo o filme as diferenças entre os protagonistas e a também forma como eles vivem cotidianos distintos. E isso pode ser melhor representado na cena que Nina, na casa de Dé, consegue avistar seu apartamento. Ela comenta que é bem perto, enquanto Dé acredita que é distante por enxergar uma distância financeira (além da espacial).

Era uma vez

Também no elenco estão Rocco Pitanga (“Vestido de noiva”), como o irmão e Dé e Paulo César Grande (de “O amigo invisível”), que faz o pai de Nina, um dos obstáculos para que os dois fiquem juntos. A trilha sonora também merece elogios e conta com a canção “Uma palavra”, composição inédita da cantora Marisa Monte em parceria com Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown.
Cotação do Daiblog:DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Era uma vez... (Brasil, 2008) Dirigido por: Breno Silveira. Com: Vitória Frate, Thiago Martins, Rocco Pitanga, Paulo César Grande, Luana Schneider, Marcos Pitombo, Cyria Coentro...

Veja aqui o trailer do filme "Era uma vez...":

Photobucket

Participe da promoção "Nome próprio" e concorra a ingressos duplos para assistir ao filme nos cinemas! Clique na imagem abaixo para participar! Participe logo porque o resultado sai nessa segunda-feira, dia 28 de julho!

Photobucket

Tecnologia do Blogger.