Super Hiper Mega Banner

#555-O procurado

O cineasta Timur Bekmambetov ficou bastante conhecido depois de dirigir "Guardiões da noite" e "Guardiões do dia", filmes de ação com terror e ficção científica que fizeram com que o mundo ficasse de olho nas superproduções da Rússia. O que aconteceu em seguida não foi surpreendente. Convidado a trabalhar para Hollywood, o diretor é o responsável por "O procurado", longa-metragem que tem tudo para se tornar um sucesso de bilheteria aqui no Brasil. O filme é protagonizado pelo ator escocês James McAvoy ("Desejo e reparação", "As crônicas de Nárnia: o leão, a feiticeira e o guarda-roupa"), que interpreta o infeliz Wesley Gibson.

Wesley é um rapaz que leva uma vida sem nenhuma emoção. Trabalha em um tedioso escritório e agüenta diariamente os gritos da chefe Janice (Lorna Scott, de "Antes só do que mal casado"). Namora com Cathy (Kristen Hager, de "Aliens vs Predador 2"), mas ela o trai constantemente com Barry, seu colega de trabalho. Quando Fox (Angelina Jolie, de "Kung fu panda", "A lenda de Beowulf", "Roubando vidas") aparece com seus lábios voluptuosos e diversas armas de fogo, Wesley percebe que a sua rotina chegou ao fim.

Photobucket

Ela o salva de Cross (Thomas Kretschmann, de "O vidente", "O canibal", "King Kong"), um assassino fortemente armado. Então ele é apresentado a uma organização chamada A Fraternidade. Liderado por Sloan (Morgan Freeman, de "Batman, o cavaleiro das trevas", "Batman begins", "Cão de briga", "Antes de partir"), o grupo comete assassinatos sem pistas usando balas projetadas para não deixar vestígios.

Photobucket

E como se não bastasse a inovação tecnológica, apenas algumas pessoas fazem parte da Fraternidade. São atiradores e lutadores treinados o bastante para conseguir desviar o curso das balas disparadas, o que gera incríveis momentos fisicamente impraticáveis. Wesley entra para o clube quando Fox o informa que Cross matou seu pai. Sem entender muito bem a situação, mas disposto a se vingar, o rapaz larga a antiga vida ordinária e decide treinar.

Photobucket

"O procurado" mistura ação, diversão e violência. As seqüências de lutas e tiroteios são ótimas e o filme surpreende pela violência presente. Existe um clima de "Matrix” no roteiro, seja pela formação de uma sociedade secreta e também pelas cenas impossíveis e mentirosas. Mas é tudo válido, pois o filme foi baseado em uma minissérie de história em quadrinhos. O resultado é uma produção bem feita que não vai decepcionar o público que gosta de filmes cheios de explosões e tiroteios como "Mandando bala". Cumpre o que promete.
Cotação do Daiblog:
DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Wanted (EUA / Alemanha, 2008) Dirigido por: Timur Bekmambetov Com: James McAvoy, Morgan Freeman, Angelina Jolie, Terence Stamp, Common, Thomas Kretschmann, Kristen Hager, Marc Warren, David O'Hara, Konstantin Khabensky, Chris Pratt, Lorna Scott, Brad Calcaterra...

Veja aqui o trailer do filme "O procurado" legendado em português:


Daiblog

Depois que o filme "Nome próprio" recebeu três Kikitos no Festival de Cinema de Gramado deste ano, o longa-metragem ficou mais conhecido. A produção ficou apenas duas semanas em cartaz em Brasília, mas agora voltou a passar no cinema do Liberty Mall (da rede Arco-íris Cinemas). Motivado com o retorno, o diretor Murilo Salles escreveu um comunicado para a imprensa e para os brasilienses. Leia abaixo na íntegra.

"Pessoal, alô! Tudo bem?

Nessa próxima sexta-feira dia 22 de Agosto "Nome Próprio" entra outra vez em cartaz em Brasília. Agora nós estamos na sala 01 do CINE LIBERTY.

Voltamos à Brasília motivados pela vitória em Gramado. Para COMEMORAR COM A CIDADE QUE nos abraçou, os prêmios de Melhor Filme, Melhor Atriz para a minha querida Leandra e Direção de Arte para o meu amigo Pedro Paulo de Souza. Voltamos como nova energia, como uma nova garra.

Daiblog

Queremos fazer ainda mais barulho que nas duas semanas que o filme ficou em cartaz em Julho. Brasília tem mais para dar, para provocar. Não é uma apenas uma questão de ir ao cinema, mas de discutir as questões que esse Brasil conectado nos coloca e encarar a feminilidade das nossas meninas de frente, parar de tampar o sol com a peneira acreditando que somos única e exclusivamente uma sociedade machista e conservadora.

Daiblog

Nunca tive a intenção de fazer desse filme um blockbuster. Queria movimentar a cena, falar sobre questões que muitas vezes não prestamos a atenção, mas que existem e que estão crescendo bem de baixo dos nossos narizes burgueses. Brasília é uma cidade muito representativa desse status quo, de um Brasil que passa longe e que não quer ver as questões que Nome Próprio aborda com tanta intensidade.

Contamos com todos vocês. Vamos movimentar a internet. Vamos discutir o filme no Blog, nos blogs, nos bares. O filme ganha vida de verdade na rua.

VALEU, Murilo Salles."

Recado dado, Murilo! :)

Tecnologia do Blogger.