Super Hiper Mega Banner

#583-Espelhos do medo

O francês Alexandre Aja ficou internacionalmente conhecido depois de dirigir o sangrento "Alta tensão". Estrelado por Cécile De France, o filme reunia angustiantes cenas de suspense muito bem dirigidas. Com o sucesso da produção, Hollywood logo se interessou pelo cineasta. Então surgiu seu primeiro trabalho de superprodução, a refilmagem "Viagem maldita". Também elogiado, o filme fez com Aja se consagrasse como um dos melhores diretores de terror da sua geração. O novo filme, porém, mostra a fragilidade de sua promissora carreira. "Espelhos do medo" é o trabalho mais fraco da filmografia de Aja, embora não seja necessariamente um filme ruim.

O longa-metragem é uma refilmagem de uma produção sul-coreana lançada diretamente em DVD no Brasil como "Espelhos". Felizmente não é um remake plano a plano, ou seja, a história não é idêntica e as cenas não são parecidas e filmadas na mesma ordem. O protagonista é o ex-detetive Ben Carson (vivido por Kiefer Sutherland, do seriado "24 horas"). Afastado da profissão por problemas de alcoolismo, ele vive hospedado na casa irmã (Amy Carson, de "Efeito borboleta") depois que seu casamento ficou por um fio. Cansada do temperamento explosivo do marido, Amy (Paula Patton, de "Deja vu" e "Promessas de um cara de pau") decidiu que a melhor coisa a se fazer era manter Ben distante dos dois filhos.

Photobucket
Um prédio velho cheio de segredos

Toda a dramática situação começa a ficar sinistra quando Ben arranja um novo emprego. Na tentativa de recomeçar a vida, ele passa a trabalhar como vigia em um gigantesco prédio onde funcionava uma luxuosa loja de departamentos. Destruído por um incêndio, o lugar passou a ser fiscalizado por dois guardas cuja a função é deixar o lugar seguro e sem vândalos. Ben pega o turno da noite e em pouco tempo vai descobrir que existe algo de errado com os espelhos do local. Algo que está diretamente relacionado com um mistério do passado, que é revelado apenas no final da história.

Photobucket
Um segredo muito pior do que sete anos de azar

A escolha de Kiefer Sutherland (“Garotos perdidos”) no elenco foi acertada. O ator passa a seriedade que a história pede, o que faz com que o resultado não cause risadas. Mesmo assim, o filme peca por ser muito parecido com outros longas como “O grito 2”, “O chamado” e “Água negra”. Aja conduz o suspense muito bem, mas parece que o terror sobrenatural não é a sua especialidade. Com o uso excessivo de efeitos de computação gráfica, parece que todas as cenas tentam lembrar o espectador que os espelhos são malignos. E nem todos são bem feitos, muitos lembrando imagens de video-game. Mesmo assim, algumas cenas surpreendem pela violência, como a terrível seqüência do maxilar, algo que dificilmente será esquecido por quem não está acostumado com filmes do gênero.

Photobucket
Cena do maxilar, capaz de deixar qualquer um de queixo caído (!)

Atualmente Alexandre Aja trabalha em outra refilmagem. Desta vez é do clássico “Piranhas”. A novidade é que o novo filme será em terceira dimensão, o que com certeza deve aumentar ainda mais a diversão. Enquanto não fica pronto, “Espelhos do medo” não deixa de ser uma boa opção.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Mirrors (EUA / Romênia, 2008) Dirigido por Alexandre Aja Com: Kiefer Sutherland, Paula Patton, Cameron Boyce, Erica Gluck, Amy Smart, Jason Flemyng, Ezra Buzzington, Josh Cole, Mary Beth Peil...

Veja aqui o trailer do filme "Espelhos do medo" legendado em português:

Daiblog

Foram divulgados os filmes selecionados para o 41º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro! O evento acontecerá de 18 a 25 de novembro no Cine Brasília. Alguns dos curtas selecionados na Mostra 16mm já foram comentados aqui no Daiblog. São eles "Depois de tudo" e "Depois das nove". Confira abaixo a relação:

Longas 35mm

À Margem do Lixo, de Evaldo Mocarzel, 83min, SP
FilmeFobia, de Kiko Goifman, 80min, SP
Ñande Guarani (Nós Guarani), de André Luís da Cunha, 76min, DF
O Milagre de Santa Luzia, de Sergio Roizenblit, 104min, SP
Siri-Ará, de Rosemberg Cariry, 90min, CE
Tudo Isso me Parece um Sonho, de Geraldo Sarno, 150min, RJ

Curtas 35mm

A arquitetura do corpo, de Marcos Pimentel, 21min, MG
A Minha Maneira de Estar Sozinho, de Gustavo Galvão, 15min, DF
A Mulher Biônica, de Armando Praça, 19min, CE
Ana Beatriz, de Clarissa Cardoso, 9min, DF
Brasília (Título Provisório), de J. Procópio, 15min, DF
Cães, de Adler Paz e Moacyr Gramacho, 16min, BA
Cidade Vazia, de Cássio Pereira dos Santos, 13min, DF
Minami em Close-up, de Thiago Mendonça, 18min50, SP
Na Madrugada, de Duda Gorter, 21min, RJNº 27, de Marcelo Lordello, 19min, PE
Que Cavação É Essa?, de Estevão Garcia e Luís Rocha Melo, 19min, RJ
Superbarroco, de Renata Pinheiro, 16min, PE

Daiblog
Nildo Parente e Ney Matogrosso formam um casal gay no curta Depois de tudo

Filmes em 16mm
2+2=5, de Gui Campos, 7min, DF
32 Mastigadas: 16N e 16
S, de Maria Vitória Canesin, 13min, DF
A Menina Espantalho, de Cássio Pereira dos Santos, 13min, DF
Alice, de Edqard Boggiss e Miguel Przewodowski, 20min, RJ
Canosa One, de Fellipe Gamarano Barbosa, 18min, RJ
Cidade do Tesouro, de Célio Franceschet, 18min, SP
Cotidiano, de Renato Jevoux, 14min, RJ
Depois das Nove, de Allan Ribeiro, 15min, RJ
Depois de Tudo, de Rafael Saar, 12min, RJ
Disfarça e Chora, de Robson Graia, 10min30, DF
Homicida É, de Gustavo Serrate, 25min, DF
Incarcânu A Tiortina, de Tau Tourinho e Gabriel Lopes Pontes, BA
Landau 66, de Fernando Sanches, 11min51, SP
Mãe, de Luiz Antônio Pereira, 15min, RJ
Marcelo Bousada, quem?, de Denilson Félix, 39min, DF
Maridos, Amantes e Pisantes, de Angelo Defanti, 12min, RJ
Medo do Escuro, de Cauê Brandão, 17min, DF
Memórias Finais da República de Fardas, de Gabriel F. Marinho, 35min, DF
Minha Tia, Meu Primo, de Douglas Soares, 9min10, RJ

Daiblog
Neto e avó em "Depois das nove"

Na trilha das guerreiras, de William Alves, 40min, DF
Nada Consta 2: Malditos Robôs, de Santiago Dellape e Davi Matos, 15min, DF
Nello's, de André Ristum, 26min, SP
Nem marcha Nem chouta, de Helvécio Marins Jr., 8min, MGO
Beijo da Meia Noite, de Jefferson Matoso, 14min, DF
O Caipira e o Chupa-Cabras, de Joelson Miranda Santos, 12min, GO
O que há de ficar, de Felipe Continentino, 14min50, RJ
O Rapto da Lua, de Fábio Escovedo e Vinicius Pereira, 19min05, RJ
O Velho Guerreiro não Morrerá - O Cangaceiro de Lima Barreto 50 Anos Depois, de Paulo Duarte, 20min, SP
Ouroboro, de Maurício Antonângelo, 17min, SC
Poesia do Barro, de Adriana Gomes, 40min, DF
Raul de Xangô, de Érico Cazarré, Henrique Siqueira, Marieta Cazarré, 17min, DF
Tira-gosto de Poeta, de Danielle Araújo, 24min40, DF
V.I.D.A., de Geison Ferreira e Vinícius Zinn, 22min30, SP
Varenick com vatapá, de Marcelo Szykman, 18min, SP

Tecnologia do Blogger.