Super Hiper Mega Banner

#590-Vicky Cristina Barcelona

Escolhido para abrir o 10º FIC (Festival internacional de cinema de Brasília), Vicky Cristina Barcelona é um daqueles títulos capazes de fazer qualquer pessoa ficar fã do Woody Allen. O cineasta escreveu e dirigiu um longa-metragem leve, divertido e com um senso de humor refinado, característica poucas vezes vistas nos cinemas. O extenso título resume basicamente a história, pois são duas amigas norte-americanas que viajam até a Espanha. Vicky (Rebecca Hall, de O grande truque) e Cristina (Scarlett Johansson, de O diário de uma babá, A ilha e Em boa companhia) sustentam uma forte amizade equilibrada pela diferença de personalidade entre as duas.

Enquanto Vicky é careta, romântica e fiel ao namorado Doug (Chris Messina, de O melhor amigo da noiva), Cristina é solteira e só quer saber de curtir a vida. Ela aproveita as oportunidades da forma mais prazerosa possível, mesmo que, para conseguir isso, ela tome atitudes precipitadas e inconseqüentes.

Photobucket
Vicky e Cristina em Barcelona

Hospedadas na casa de Judy (Patricia Clarkson, de A floresta, Sem reservas e Boa noite e boa sorte), as amigas visitam os pontos turísticos da cidade. Durante um jantar, elas conhecem o galanteador Juan Antonio (Javier Bardem, de O amor nos tempos do cólera). Ele faz um convite inusitado: propõe que as duas o acompanhe em uma viagem e façam amor com ele! A partir daí é criado um triângulo amoroso, que fica ainda mais complicado quando entra na história a ex-mulher de Juan Antonio: Maria Elena (Penélope Cruz, de Volver e Sem notícias de Deus). Completamente desequilibrada, ela surge na trama como um furação e confirma os boatos que o seu divórcio com Juan Antonio foi violento.

Photobucket
Maria Elena, a ex-esposa descontrolada

A partir daí o filme vira uma comédia sexy e original. A bela fotografia mostra Barcelona como um lugar maravilhoso para se visitar e morar. Os tons amarelos e a luz sempre romântica da cidade combinam bem com a ambientação que a história pede. A arte está presente em todas as cenas (a arquitetura é espetacular) e em todas as personagens. Vicky estuda identidade catalã, enquanto Cristina se dedica em registrar paisagens e momentos com uma câmera fotográfica. Já os espanhóis Juan Antonio e Maria Elena são artistas plásticos e pintam quadros abstratos para expressar seus sentimentos e visões do mundo.

Photobucket
Triângulo amoroso

As formas de relacionamento apresentadas na história brincam com os tabus e diretor consegue trabalhar com conceitos de sexualidade sem criar polêmica. Vicky Cristina Barcelona é um autêntico Woody Allen, na melhor forma do cineasta. Merece destaque o ótimo desempenho de todo o elenco. Javier Bardem se sai ótimo como o galã (papel bem diferente do psicótico-com-corte-de-cabelo-assustador de Onde os fracos não tem vez) e Scarlett Johansson se mostra a nova atriz fetiche de Allen, visto que eles repetem a parceria iniciada em 2005 com Match point, ponto final e na comédia Scoop, o grande furo (2006). Recomendadíssimo.
Cotação do Daiblog:
DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Obs: Vicky Cristina Barcelona tem estréia nacional prevista para o dia 14 de novembro, com distribuição da Imagem Filmes.

Vicky Cristina Barcelona (Espanha / Estados Unidos, 2008) Dirigido por: Woody Allen Com: Scarlett Johansson, Rebecca Hall, Chris Messina, Patricia Clarkson, Javier Bardem, Julio Perillán, Christopher Evan Welch ...

Veja aqui o trailer do filme Vicky Cristina Barcelona legendado em português:


Daiblog

O 10º FIC (Festival internacional de cinema de Brasília), está com uma programação recheada de ótimos títulos e diversas atrações e você poderá conferir a partir de hoje aqui no Daiblog textos sobre os filmes que estão passando no festival. Na terça-feira, dia 4 de novembro, às 20h, o filme Sad Vacation abre a Mostra Japão Contemporâneo. Ao todo, serão exibidos cinco filmes japoneses, que retratam o cenário atual da produção audiovisual do Japão. Antes da exibição, haverá uma apresentação de dança com o grupo japonês Yasakoi Soran.

No dia 5 de novembro, quarta-feira, às 19h, na sala III, o documentário Mataram Irmã Dorothy receberá uma sessão especial no X FIC Brasília. O procurador da República Felício Pontes e a irmã de Dorothy, Rebeca Spires (ambos personagens do filme) estarão presentes para falar sobre a vida de Irm
ã Dorothy. O produtor associado Gustavo Gelmini estará presente para falar sobre sobre a obra, logo após a sessão. No mesmo dia, a partir das 19h30, na sala X, o diretor de fotografia de Liverpool, Lucio Bonelli, apresenta o filme e debate a obra com o público, após a exibição.

Se nada mais der certo
Se nada mais der certo

O diretor de A festa da menina morta, Matheus Nachtergaele, é presença garantida no evento. Seu filme será exibido no dia 6, quinta-feira, a partirdas 19h, na sala I. Após a sessão, o diretor fará uma debate com osexpectadores para falar do filme, da sua experiência como diretor, entreoutras curiosidades. José Eduardo Belmonte, diretor de Se nada mais der certo, que será exibido dia 7 de novembro, às 19h, na sala I, também conversará com o público sobre a película logo após a exibição.

Para mais informações e programação completa, visite o site oficial do evento clicando
aqui.

O que: X Festival Internacional do Cinema de Brasília
Quando: De 29 de outubro a 9 de novembro de 2008
Onde: Academia de Tênis José Farani (Setor de Clubes Esportivos Sul - SCESTrecho 4, Conjunto 05, Lote 1B)
Quanto: R$ 12(inteira) / R$ 6 (meia)
Tecnologia do Blogger.