Super Hiper Mega Banner

#600-À margem do lixo

O penúltimo longa-metragem da Mostra Competitiva 35mm do 41º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro também foi um documentário. É a terceira parte de uma tetralogia iniciada com À margem da imagem, que recebeu 19 prêmios em festivais no Brasil e no exterior, e À margem do concreto, que recebeu o prêmio de Melhor Filme pelo Júri Popular no Festival de Brasília.

O filme mostra o dia-a-dia daqueles que sobrevivem da coleta de materiais recicláveis na cidade de São Paulo. Mas ao invés de ser um filme que mostra os trabalhadores como pobres vítimas do desemprego ou pessoas que são infelizes com o que fazem, o longa-metragem revela um lado consciente e até mesmo empreendedor dessas pessoas.

Photobucket
Um dos muitos catadores do Brasil

O grande mérito de À margem do lixo é contar com personagens ótimos. São pessoas que trabalham com a reciclagem e entendem bem a importância do papel que desempenham na sociedade. Sabem que é fundamental a coleta seletiva e separação de materiais e como, no final, o lixo se torna algo muito lucrativo.

Photobucket
"O barato é muito louco"

Ao subir no palco o diretor Evaldo Mocarzel revelou dados que nem todas as pessoas sabem, como o fato do Brasil reciclar quase 100% do alumínio consumido. Entre as cenas com depoimentos dos entrevistados, a película mostra trechos do processo de reciclagem de papéis, plásticos, vidros e alumínio.

Photobucket
O filme foi rodado em São Paulo

Se a mensagem é interessante, por outro lado a forma do documentário não é das melhores. O filme se torna um pouco cansativo e, as vezes, até mesmo repetitivo. Porém mesmo assim o produto final se salva pelo carisma dos personagens, verdadeiros heróis do Brasil!
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

À margem do lixo (Brasil, 2008) Dirigido por: Evaldo Mocarzel

*

A minha maneira de estar sozinho

Outro curta de Brasília que mostra a história de Sueco, um cara tímido, quieto e com dificuldades para se relacionar (especialmente com as garotas). De todas que ele conhece, apenas Melissa parece entender o jeito introspectivo do protagonista.

Photobucket
Smack! Smack! I'm burning!

Dirigido por Gustavo Falcão (A vida do lado), o curta possui um clima quase onírico que é explicado na revelação final. Recebeu aplausos e vaias no festival. Eu gostei!
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

A minha maneira de estar sozinho (Brasil, 2008) Dirigido por Gustavo Falcão. Com: André Araújo, Silvia Lourenço e Marco Michelângelo.

*

Na madrugada

Baseado em um conto, o curta-metragem mostra uma mulher e os fantasmas do seu passado. Em um clima misterioso e noturno, o filme avança com umas revelações e uma fotografia bem íntima e delicada. O filme é bem subjetivo e agradou a maioria.

Photobucket
Zzz...

Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblog

Na madrugada (Brasil, 2008) Dirigido por: Duda Gorter Com: Ana Lúcia Torre e Denise Weinberg

Tecnologia do Blogger.