Super Hiper Mega Banner

#604-Max Payne

Depois de Terror em Silent Hill, Hitman – Assassino 47, Resident evil – O hóspede maldito, mais uma adaptação dos videogames ganha as telonas. Max Payne é baseado no jogo homônimo de tiro lançado para Sony Playstation. O longa-metragem traz o ator Mark Whalberg (Os infiltrados, Fim dos tempos) no papel-título. Max é um policial desiludido com a vida e com a profissão, depois que tem sua família assassinada. Seu amigo e parceiro Donal Logue (Alex Balder) não conseguiu encontrar o criminoso, o que fez com que o protagonista se tornasse uma pessoa amargurada na eterna procura pelo responsável que tirou a vida de sua esposa e filho.

Durante as investigações, Max conhece a sedutora e promíscua Natasha, interpretada pela emergente Olga Kurylenko (Hitman e 007 Quantum of solace. E o encontro o leva até o submundo das festinhas particulares regadas por uma droga azul capaz de produzir dependência e alucinações nos usuários. À medida que se aproxima do verdadeiro culpado, Max entra em uma perigosa espiral de crimes. Os efeitos alucinógenos – na forma de estranhas criaturas aladas – se misturam com a realidade e com a determinação obsessiva em se fazer justiça. E ele vai contar com a ajuda de Mona Sax (Mila Kunis) para realizar sua vingança.

Photobucket
Max Payne e Mona Saxofone

Um dos pontos positivos no longa-metragem é a boa ambientação que acompanha a jornada de Max Payne. As tomadas noturnas, sombrias e frias contrastam com as doces lembranças do protagonista, à luz solar do cair do aproximar do crepúsculo. Agora, se por um lado o visual do filme chama a atenção pelo cuidado estético, a história deixa a desejar.

Photobucket
Uma pessoa maléfica

Embora tente tornar complexa e misteriosa a conspiração que cerca a relação das drogas com os crimes, chega a ser inocente a forma como o diretor John Moore entrega as reviravoltas. O roteiro insiste na repetição, mostrando diversas vezes o símbolo das asas e fazendo associações entre os culpados antes da hora. Tudo isso resulta na frustração de se descobrir (ou desconfiar) qual é o final ainda na metade da projeção.

Photobucket
Criaturas com asas: alucinações?

Mark Whalberg encarna bem o protagonista, com uma expressão sempre carrancuda e total desprezo em relação à vida – aquele herói que não tem nada a perder. No elenco, também estão Beau Bridges (A menina e o porquinho), Amaury Nolasco (Transformers), Ludacris (O grande Dave) e Chris O'Donnell (o Robin, de Batman eternamente).
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblog

Max Payne (EUA / Canadá, 2008) Dirigido por: John Moore Com: Mark Wahlberg, Mila Kunis, Beau Bridges, Ludacris, Chris O'Donnell, Donal Logue, Amaury Nolasco, Olga Kurylenko, Kate Burton...

Quanto custa o dvd do filme Max Payne? Clique aqui e pesquise!

Veja aqui o trailer do filme Max Payne legendado em português:


Daiblog

Aqui vai uma dica para quem mora em Brasília. A academia Lúcia Toller apresentará hoje, amanhã e domingo (07 de dezembro), na sala Villa-Lobos do Teatro Nacional um espetáculo de dança sobre um dos contos natalinos mais conhecidos de todos os tempos, o Quebra Nozes. Junto com ele, virá a estória de Tistu, em O Menino do Dedo Verde.

A primeira parte Quebra Nozes e o rei dos Camundongos, retrata uma festa de Natal onde Clara ganha um quebra-nozes de presente. O boneco adquire vida e se transforma em um lindo príncipe. Após uma batalha vitoriosa contra os ratos para libertar um exército de soldados de pau, o príncipe leva Clara para o reino dos doces. A segunda parte, O Menino do Dedo Verde, de Maurice Druon, conta a estória de Tistu, um menino muito especial, capaz de transformar paisagens tristes em belos arbustos.

Photobucket
Todas as fotos usadas neste texto são do fotógrafo Cristiano Sérgio

O Menino do Dedo Verde é uma aula de cidadania,convívio social, ética e poesia. O espetáculo terá início às 20h e os ingressos custam R$ 50 a inteira e R$25 a meia entrada. Classificação indicativa livre.

Daiblog Programe-se:
Espetáculo Quebra Nozes e O Menino do Dedo Verde da academia Lúcia Toller.
Dias 03, 04 e 07 na sala Villa-Lobos do Teatro Nacional às 20h.
Classificação Indicativa: Livre.
Ingressos: R$ 50 a inteira e R$ 25 a meia entrada.
Informações: 3325 6218.
Tecnologia do Blogger.