Super Hiper Mega Banner

#628-Austrália

O diretor Baz Luhrmann (Romeu + Julieta) volta a trabalhar com a estrela Nicole Kidman. Os dois repetem a parceria de Moulin Rouge – O amor em vermelho no longa-metragem Austrália. Ambientado na terra dos cangurus, a produção lembra clássicos antigos por contar um épico de aventura permeado por uma melodramática história de amor. A protagonista é Lady Sarah Ashley (Kidman), mulher que deixa a Inglaterra para conhecer Faraway Downs, uma fazenda localizada na Austrália

Sem experiência no ramo administrativo, ela deixa o conforto da Europa para se reencontrar com o marido que está na propriedade. Porém uma série de adversidades vai atrapalhar o caminho da mulher. E é no outro continente que a aristocrata vai conhecer um viril capataz (interpretado por Hugh Jackman, o Wolverine da trilogia X-men) e Nulla, um menino mestiço com descendência aborígene.

Austrália
O capataz é testosterona pura

A jornada de Sarah começa quando ela descobre que muitas cabeça de gado foram roubadas pelo ambicioso King Carney. Isso faz com que a loira tenha que lutar para defender o que é seu por direito. No caminho, a heroína irá encontrar inimigos perigosos como Neil Fletcher (David Wenham, de 300), viver momentos emocionantes e, é claro, se entregar a uma intensa paixão.Austrália é um filme acima da média, mas que fica prejudicado pela longa duração (165 minutos).

Austrália
O casal de protagonistas

A trama mistura muitos assuntos; fala do preconceito racial na cidade de Darwin com a cultura mágica dos aborígenes australianos. Quando tudo parece ter se resolvido, o longa se estica no momento que o Japão entra na Segunda Guerra Mundial. No final de tudo, a película se sai diferente das outras. É quase um exemplo de filme como se fazia antigamente.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Australia (EUA / Austrália, 2008) Dirigido por Baz Luhrmann. Com Hugh Jackman, Nicole Kidman, Brandon Walters, Bryan Brown, David Wenham, Jack Thompson, Essie Davis, Tony Barry...

Veja aqui o trailer de Austrália legendado em português:

Daiblog

Leia mais sobre a atriz Nicole Kidman, protagonista de Austrália:

NICOLE KIDMAN (Lady Sarah Ashley) chamou a atenção do público americano pela primeira vez em 1989, com seu desempenho aclamado pela crítica no arrebatador thriller psicológico de Phillip Noyce, Terror a Bordo. Desde então, tornou-se uma atriz várias vezes premiada e reconhecida internacionalmente pela pluralidade de estilos e versatilidade.

Em 2003, Kidman recebeu um Oscar, um Globo de Ouro, um BAFTA e um Urso de Prata do Festival de Berlim pela atuação como Virginia Woolf em As Horas, de Stephen Daldry. Em 2002, recebeu a primeira indicação ao Oscar pelo trabalho no musical inovador de Baz Luhrmann, Moulin Rouge – Amor em Vermelho. Por esse papel e pelo desempenho no thriller psicológico Os Outros, do roteirista e diretor Alejandro Amenabar, foi duas vezes indicada ao Globo de Ouro, tendo recebido o prêmio de Melhor Atriz em Musical.

Austrália
Nicole Kidman em Austrália

Kidman obteve seu primeiro Globo de Ouro com a interpretação altamente perfeccionista e maliciosamente engraçada de uma mulher obcecada por tornar-se uma personalidade televisiva a qualquer custo em Um Sonho Sem Limites, do diretor Gus Van Sant, recebendo mais três indicações: por seu desempenho em Reencarnação de Jonathan Glazer, em Cold Mountain de Anthony Minghella, e em Billy Bathgate – O Mundo a Seus Pés de Robert Benton.

A interprete
"A intérprete"

Seus créditos mais recentes incluem Margot e o Casamento do roteirista e diretor Noah Baumbach, co-estrelado por Jennifer Jason Leigh e Jack Black, e A Bússola de Ouro, adaptação do diretor Chris Weitz para o cinema do primeiro volume da trilogia fantástica de Phillip Pullman, Fronteiras do Universo. O próximo projeto será o drama Nine, dirigido por Rob Marshall.

A bussola de ouro
"A bússola de ouro"

Kidman emprestou a voz a Norma Jean no musical de animação premiado com o Oscar Happy Feet: o Pingüim, reencontrando-se com o diretor australiano responsável pelo lançamento de sua carreira, George Miller. Narrou o documentário Pátria Proibida (Prêmio do Júri e de Público do Festival de Cinema de Sundance do ano passado), como também fez a narração do filme biográfico de Simon Wiesenthal, Eu Nunca Te Esqueci.

Também estrelou, ao lado de Sean Penn, A Intérprete, de Sydney Pollack; Dogville de Lars Von Trier, com Paul Bettany e Lauren Bacall; De Olhos Bem Fechados de Stanley Kubrick, com Tom Cruise; e Retrato de Uma Mulher de Jane Campion, com John Malkovich. Ela também fez Invasores, ao lado de Daniel Craig.

Invasores
Invasores

Em janeiro de 2006, recebeu a mais alta condecoração civil da Austrália: foi nomeada Companheira da Ordem da Austrália. É embaixadora internacional da UNIFEM. Em 2004, tornou-se Presidente do Women’s Health Fund da UCLA, da Escola de Medicina David Geffen.

Tecnologia do Blogger.