Super Hiper Mega Banner

#692-A festa da menina morta

Estamos em junho e as festas juninas acontecem no Brasil inteiro. Porém nos cinemas é uma outra comemoração que vai ser apresentada: A festa da menina morta. O longa-metragem marca a estreia do ator Matheus Nachtergaele na direção e conta uma história (escrita pelo diretor e por Hilton Lacerda, de Baixio das Bestas) bizarra sobre fé e adoração. É um filme difícil de se ver e também de se comentar.

Como o folclore e as crenças tupiniquins são ricas, não é difícil acreditar que esta ficção possa mesmo existir em algum canto do país. A trama se passa em uma cidadezinha do Amazonas, onde todos os anos é comemorada a festa da menina morta. É uma cerimônia que faz parte da tradição e do calendário local. Santinho (Daniel de Oliveira, de Batismo de sangue), uma espécie de líder espiritual, faz revelações sobre o futuro das pessoas.

A festa da menina morta
"A festa da menina morta larala..."

Santinho é considerado um mensageiro e recebeu o título quando um cachorro lhe entregou um pedaço ensanguentado do vestido de uma menina que estava desaparecida. A roupa foi considerada sagrada e ele, santificado. O filme mostra os preparativos para a festa e personagens que foram e são ligado até hoje com a tragédia. O grau de bizarrice se deve não apenas ao culto, mas também pela relação incestuosa de Santinho com o pai (Jackson Antunes, de Tapete vermelho).

A festa da menina morta
Banho

Repleto de interpretações fortes - vale a pena destacar o ótimo trabalho de Juliano Cazarré, de Nome próprio - o filme definitivamente não é recomendado para todos. É uma trama densa, muitas vezes difícil de engolir. Agora é impossível destacar o bom trabalho de Nachtergaele na direção. Com o apoio de uma fotografia muito inspirada, o resultado surpreende pela segurança. A estreia do cineasta não é marcada por experimentalismos, mas por um estilo bem definido.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

A Festa da Menina Morta (Brasil, 2008) Dirigido por Matheus Nachtergaele. Com Jackson Antunes, Juliano Cazarré, Daniel de Oliveira, Paulo José, Cássia Kiss, Dira Paes...

Veja aqui o trailer do filme A festa da menina morta:

Daiblog

Leia aqui algumas curiosidades do filme A festa da menina morta (usurpadas do site adorocinema)

- A Lagarto Cine, a Fado Filmes, a TeleImage e a Locall foram co-produtoras do filme.

- As filmagens ocorreram na cidade de Barcelos, no Amazonas.

- Foi selecionado para o programa Cine en Construcción, no Festival de San Sebastián.

A festa da menina morta
Daniel de Oliveira levou o prêmio de melhor
ator no 12º Festival de Cinema Luso-Brasileiro

- Foi premiado pelo Procine (Governo do Estado do Rio de Janeiro), pelo Hubert Bals Fund (para desenvolvimento e finalização) e pelo Programa Ibermedia (para desenvolvimento e produção).

- Exibido na mostra Première Brasil, no Festival do Rio 2008.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.