Super Hiper Mega Banner

#758-Quebradeiras

Cobertura Daiblog Festival Brasilia do Cinema Brasileiro 2009

Quando se pensa em documentário, a primeira imagem que as pessoas podem pensar é aquele formato tradicional que mostra uma série de pessoas dando depoimentos sobre um assunto e contando histórias. No Festival de Brasília deste ano dois filmes foram nesse estilo: Filhos de João e também Perdão, Mister Fiel (este último acrescentando dramatizações do ocorrido entre um entrevistado e outro). Agora Quebradeiras é um tipo de produção diferente dos vistos anteriormente porque ele mostra uma realidade sem o uso de entrevistas propriamente ditas.

Quebradeiras
Elas fazem os cestos com a palha do coco

A câmera capta o cotidiano das mulheres que trabalham quebrando cocos de babaçu na região do Bico do Papagaio, onde os Estados do Maranhão, Tocantins e Pará se encontram. Não aparece nenhuma conversa explicando o serviço e todo o processo é apresentado na forma de imagens e de músicas tradicionais cantadas pelas personagens.

Quebradeiras
Bastidores

O filme de Evaldo Mocarzel (que dirigiu anteriormente À margem do lixo) apresenta belíssimas momentos - muitos deles que podem ser considerados poéticos. Uma das cenas, por exemplo, mostra uma das mulheres tomando banho em um lago. Após um close nos seios, a imagem faz uma transição com cocos que se assemelham às formas femininas. Uma perfeita integração dos seres humanos com a natureza. Quebradeiras é um filme lento, mas recompensador.
Cotação do Daibog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Quebradeiras (Brasil, 2009) Dirigido por Evaldo Mocarzel.

Veja aqui um trecho do filme Quebradeiras na TV Daiblog:



Dias de Greve
Infelizmente perdi este curta, por isso não posso comentar sobre ele! ;

Dias de greve
Dias de greve

Sinopse oficial: Uma greve de serralheiros é deflagrada em uma cidade de periferia da Capital Federal. Neste período, muito mais do que um possível despertar para uma consciência de classe, os grevistas redescobrem uma cidade e um tempo que não mais lhe pertencem.

Dias de Greve (Brasil, 2009) Dirigido por Adirley Queirós. Com Wellington Abreu, Edimilson Braga, Elias Rodrigues, Dilmar Durães, Luís Alberto, Humberto Pedrancini, João Break, Marlete Fernandez e Antônia Maria

Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos

Assim como Quebradeiras, este documentário não usa entrevistas para conseguir transmitir a fé e o dia a dia no sertão. O resultado é um curta-metragem tão bom até ficamos tristes quando ele acaba. A fotografia belíssima encanta com imagens que parecem verdadeiros cartões-postais.

Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos
Memórias

A direção é de Camilo Cavalcante (do curta O presidente dos Estados Unidos), que evoluiu muito em todos os sentidos. O filme proporciona uma verdadeira viagem a uma realidade muito diferente da urbana. Recomendado!
Cotação do Daibog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos (Brasil, 2009) Dirigido por Camilo Cavalcante. Com moradores dos Sítios Caracol, Sozinho, Ipueira, Espírito Santo, Aboboreira, Catolé, Baixio do Juá, Algodões e Minador em Serrita, Pernambuco. Chico Justino, Luzia Petronila Alves, Assis Vaqueiro e Ana Jose dos Anjos.

Veja aqui um trecho do filme Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos na TV Daiblog:


Daiblog

1° Festival IESB de Cinema Universitário

O Instituto de Educação Superior de Brasília realiza entre os dias 02 e 05 de dezembro, o 1° Festival de Cinema Universitário. Para participar, basta inscrever gratuitamente o seu curta-metragem no site do IESB até 23 de novembro. Serão aceitas produções realizadas a partir de 2006 que tenham duração de no máximo 25 minutos.

Os melhores nas categorias ficção, documentário, animação, novas mídias, diretor e roteiro, serão revelados no dia 08 de dezembro, em evento no Embracine do Shopping CasaPark. Os vencedores receberão prêmios que totalizam R$ 23 mil.

O 1° Festival de Cinema Universitário tem o objetivo de valorizar a produção audiovisual realizada por estudantes universitários do Distrito Federal e enfatizar a linguagem para os cidadãos e indivíduos contemporâneos.

E por falar em cinema, quatro alunos do curso de Cinema e Mídias Digitais do IESB tiveram suas produções selecionadas para serem apresentadas no 42° Festival de Cinema de Brasília do Cinema Brasileiro. Rafael Morbeck com Casulo, Virna Maria Smith Soares Dutra com Às Vezes, Ignácio Alves do Amaral com À Cabidela e José de Campos Nascentes Junior com Homilia, concorrem ao Troféu Câmara Legislativa do DF na categoria curta em mídia digital, com duração máxima de 20 minutos. O Festival de Brasília será realizado entre os dias 17 e 24 de novembro.

Serviço
1° Festival IESB de Cinema Universitário
Data: Entre os dias 02 e 05 de dezembro
Local: IESB Campus Sul/ 613
Inscrições: www.iesb.br e 3965 9315
Valor: gratuito

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.