Super Hiper Mega Banner

#770-Lula, o filho do Brasil

O ano novo começa com um aguardado filme nacional: Lula, o Filho do Brasil. Lançado em 2009 na abertura do Festival de Brasília de 2009 (numa exibição polêmica e repleta de manifestações), o longa-metragem conta a história do atual presidente da república do Brasil. Foi baseado na única biografia autorizada por Lula, no livro homônimo escrito por Denise Paraná.

Ao contrário do que se pode imaginar, o principal foco da trama não é a carreira política, mas a vida de Lula como ser humano e em especial a sua relação com a mãe Dona Lindu (interpretada por Glória Pires, de Se eu fosse você, Se eu fosse você 2 e É proibido fumar). Semelhanças com 2 filhos de Francisco não são poucas: ambas produções mostram a trajetória de pessoas que sairam da pobreza e conseguiram dar a volta por cima.

Lula, o Filho do Brasil
De Pernambuco para São Paulo

Como 2010 é um ano eleitoral, questiona-se o lançamento da película como uma estratégia para o PT continuar no poder. Será? Na minha opinião a resposta é não. O filme não é uma propaganda política, embora a segunda parte da projeção seja voltada neste aspecto. Mas não poderia ser diferente, já que a vida de Lula, como todo mundo sabe, foi ligada à política desde a época dos sindicatos. Então é natural que seja mostrado esse lado.

Lula, o Filho do Brasil
Momentos difíceis

Agora uma coisa é certa. É fácil começar a gostar do Lula depois de assistir ao filme. Nas mais de duas horas de projeção é mostrado como ele teve uma vida sofrida e sempre foi um cara do bem. É transmitida uma ideia tão idealizada que as vezes parece que o protagonista é um herói sem defeitos. A direção é de Fábio Barreto (responsável por O quatrilho, indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro).

Lula o filho do Brasil
Apoio popular

Também no elenco estão Cléo Pires (Meu nome não é Johnny), Milher Cortaz (Nossa vida não cabe num opala, Meu mundo em perigo, Tropa de elite), Juliana Baroni (Polaróides urbanas), Marcos Cesana (Chega de saudade) e participação da eterna escrava Isaura - Lucélia Santos. Um dos melhores pontos é a excelente trilha sonora assinada por Antonio Pinto (À deriva, A estranha perfeita, O senhor das armas, Crianças invisíveis, O amor nos tempos do cólera).
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Daiblog Quer ver o filme Lula, o filho do Brasil?

Lula, o Filho do Brasil (Brasil, 2009) Dirigido por Fábio Barreto. Com Rui Ricardo Dias, Glória Pires, Juliana Baroni, Cléo Pires, Lucélia Santos, Milhem Cortaz, Marcos Cesana, Antonio Saboia...

Veja aqui o trailer do filme Lula, o filho do Brasil:


Daiblog

Não se lembra da polêmica em torno da primeira exibição do filme Lula, o filho do Brasil? Então relembre agora e assista ao video exclusivo da TV Daiblog:

Polêmica na abertura do Festival de Brasília 2009
Texto originalmente publicado no dia 19 novembro

Não teve outro assunto mais comentado entre a imprensa no primeiro dia de Mostra Competitiva: a noite da abertura. Tumultuada, a exibição para convidados do filme Lula - O filho do Brasil provocou polêmica e constrangimento. Nunca uma abertura reuniu tantos políticos, visto que o filme, além de cultura e arte, tratava-se da vida pessoal do presidente do país.

Lula, o Filho do Brasil
Cena do filme

E por este motivo teve de tudo um pouco: manifestações-surpresa e críticas da equipe do longa-metragem, que não teve os lugares marcados na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional, resultado em uma gafe que resultou em aplausos e vaias (algo típico da plateia brasiliense). Confira mais um menos um resumo de tudo que aconteceu, na TV Daiblog:

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.