Super Hiper Mega Banner

Cinema Especial - Saga Crepúsculo - Eclipse 1




Atenção: esse texto contém uma série de spoilers, isto é, informações que podem estragar algumas surpresas do filme. Leia por sua conta e risco!

A série de filmes de A Saga Crepúsculo estrelada por Kristen Stewart, Robert Pattinson e Taylor Lautner, conta a história da jovem de 17 anos Bella Swan que se muda para a pequena cidade de Forks, Washington para viver com seu pai, e se atrai por Edward Cullen, um pálido e misterioso colega de classe que parece determinado a afastá-la. Mas nenhum deles consegue negar a atração que os aproxima... mesmo quando Edward confidencia que ele e sua família são vampiros. Para complicar as coisas, o melhor amigo de Bella, Jacob Black é um lobisomem, destinado a matar vampiros.

A moderna história de amor vampiresca diurna e cheia de ação CREPÚSCULO, o primeiro filme da saga, foi lançado nos cinemas em 21 de novembro de 2008 (19 de dezembro no Brasil) com uma recepção de blockbuster. O segundo lançamento da franquia, A SAGA CREPÚSCULO: LUA NOVA foi lançado em 20 de Novembro de 2009. A franquia arrecadou mundialmente mais de 1,1 bilhão em vendas de ingressos até o momento.
A saga Crepusculo - Eclipse
Ambos os filmes tornaram-se recordes de entretenimento para o lar: A Saga Crepúsculo: Lua Nova vendeu mais de 4 milhões de cópias de seu DVD durante o primeiro final de semana do lançamento em março de 2010 nos EUA – ultrapassando a venda de Crepúsculo, que vendeu 3,8 milhões de cópias de seu DVD em seu primeiro final de semana em 2009 e foi para a lista dos DVDs mais vendidos do ano, com 9,2 milhões de cópias vendidas. Milhares de lojas nos EUA participaram dos eventos de lançamento a meia-noite para os insaciáveis Twi-hard fans, que estão afoitos pela continuação A Saga Crepúsculo: Eclipse.

Como o romance, o filme retrata o triângulo amoroso entre Bella Swan, Edward Cullen e Jacob Black, que chega a um ponto de conversão; enquanto os Cullen e a Matilha (Wolf Pack) precisam se unir contra um perigo em comum. “Quando começamos a produzir os filmes muitas pessoas diziam que o terceiro seria o melhor,” diz Wyck Godfrey, um dos produtores dos três filmes. “Acho que as pessoas se sentem assim porque Eclipse tem mais ação com o clímax envolvendo uma enorme batalha entre lobos, vampiros e recém-nascidos. Além disso, vocês sabem que a relação Bella/Edward/Jacob vai chegar a um ponto decisivo em Eclipse.”

“Mas para mim, Eclipse é realmente sobre Bella ter que decidir se irá mesmo se tornar uma vampira e ela começa a avaliar o quanto isso irá lhe custar,” completa Godfrey. “Ela precisa pesar os prós e contras das ramificações de escolher ser a companheira eterna de Edward”.
A saga Crepusculo - Eclipse
A autora Stephenie Meyer concorda, “Para mim o grande tema foi sempre ter que encarar as conseqüências de suas escolhas, ainda que as escolhas certas tenham conseqüências, não fazer uma escolha tem uma conseqüência. Uma das maiores coisas que os adolescentes se tornando adultos percebem ao crescerem é que se fizerem a coisa A então terão de lidar com B, e eles levam isso em consideração. Bella precisa se tornar uma adulta e começar a lidar com as conseqüências de seus atos.”

Os relacionamentos complicados dos personagens se intensificam na história. “Ciúmes e confiança estão presentes em qualquer relacionamento humano. É interessante para mim explorar isso e enquanto estou escrevendo, descubro que isso me afeta ao me envolver nos intricados relacionamentos humanos e que é isso que me leva de volta a escrever,” comenta Meyer. “Há tanta história com Victoria, Riley e Bree que não está no livro. Enquanto trabalhávamos no roteiro de Eclipse, eu tinha de me sentar com Melissa e um monte de gente na Summit, e explicar a eles ponto por ponto exatamente o que Victoria estava fazendo, para que a história pudesse fazer sentido no filme. Era muito divertido porque havia coisas demais na história que ninguém sabia porque não estava no livro. Foi legal e eu estou muito feliz de que parte disso esteja no filme para que as pessoas possam ver um pouco do que estava acontecendo na história, mas que Bella não sabia.”
A saga Crepusculo - Eclipse
“Eu conto demais com Stephenie cada vez mais a cada filme, e em Eclipse mais do que nos dois outros filmes juntos,” confirma a roteirista Melissa Rosenberg. “Para Eclipse, nós viajamos além do livro e nos aprofundamos na mitologia que Stephenie já havia desenvolvido. Ela compartilhou parte disso comigo e me deixou apta a desenvolver isso para o filme e nos dar diferente perspectivas em alguns dos demais personagens.”

O novo e misterioso personagem Riley tem destaque no filme. “Porque os livros são do ponto de vista da Bella, os leitores somente conhecem Riley quando ela o conhece. Mas Stephenie tinha imaginado como ele surgiu, então eu tive a oportunidade para tornar Riley realmente um personagem, então nós não iremos simplesmente atirá-lo no meio do terceiro ato,” revela Rosenberg.
A saga Crepusculo - Eclipse
“Eclipse foi o mais difícil dos três filmes para ser escrito,” completa Rosenberg. “Eu pensei que seria mais fácil por causa de toda ação. Quando eu realmente comecei a escrevê-lo, eu percebi que a ação realmente só acontecia no terceiro ato. Então, a história era sobre preparar o terreno para ação e retratar toda a tensão no resto do filme. Então realmente acabou sendo o mais desafiador dos três filmes e é meu roteiro favorito.”

Seguindo os passos de Catherine Hardwicke e Chris Weitz, o diretor David Slade foi selecionado para liderar as filmagens da terceira parte cheia de ação de A Saga Crepúsculo.

“Nós sempre quisemos explorar os diferentes estilos dos vários filmes, então nós sempre imaginamos que teríamos diferentes diretores para cada filme,” explica Godfrey. “Para Eclipse nós queríamos alguém que demonstrasse habilidade para trabalhar com jovens atores e conseguisse performances excelentes, mas também alguém que tivesse um estilo visual abrangente e habilidade para filmar com muita ação. David Slade surgiu como um fantástico candidato. Além disso, ele ama mitos e o sobrenatural. Seu filme Menina Má.com era totalmente surpreendente na performance, e seu segundo filme 30 Dias de Noite, mostrou esse estilo visual. Ele veio e realmente apresentou sua visão para o filme e percebemos que ele poderia nos dar o que estávamos buscando, especialmente com a ação que ele desejava para as cenas de clímax.”
A saga Crepusculo - Eclipse
“O que me atraiu neste projeto foi sua grande história e o desafio que me traria como diretor. Eu não gosto de fazer as mesmas coisas seguidas, porque eu aprendo com os desafios. Em um nível este foi o maior desafio possível – fazer um filme desta magnitude, neste período de tempo e trabalhar com um estilo totalmente novo para mim. Sim, eu já fiz um filme sobre vampiros, mas Eclipse é muito diferente. Esta é uma história romântica, que varia de períodos muito obscuros a cenas puramente românticas. Fazer cenas emotivas foi um enorme e divertido desafio e uma forma de crescimento. Mas acima de tudo, eu estou sempre buscando por uma ótima história e agora, após ler todos os livros, Eclipse é a minha história favorita. Então eu imagino que fui presenteado com a melhor história, e diretores gostam de boas histórias porque sabemos que a maior parte do nosso trabalho já está feito, “ ri Slade.
A saga Crepusculo - Eclipse
“Eclipse é uma daquelas histórias amplas. Eu acho que Lua Nova foi muito sofisticado em seu envolvimento emocional entre os três personagens,” comenta Slade. “Mas o que eu queria fazer com Eclipse, por ter tantas diferentes histórias em seu enredo, era conseguir um apelo mais cinematográfico ao filme. Eclipse é cheio de histórias e várias coisas épicas acontecem. É um livro bem denso. Então eu senti que este filme em particular teria um apelo realmente cinematográfico.”

Slade colaborou proximamente com a equipe de criação – produtor, roteirista, autor, atores – que já faziam parte da série. “David é um verdadeiro artista com um senso de humor realmente esquisito e seco, com o qual eu me conecto totalmente,” comenta Godfrey. “Ele aproxima cada cena com uma idéia visual do que ele quer alcançar, e ele pode descrever e apresentar sua visão com muita clareza.”

Leia aqui a segunda parte do Daiblog Especial - Saga Crepúsculo - Eclipse

3 comentários:

  1. Eu amo essa Saga. No começo eu não dei muita importância. Mas quando vi o primeiro filme, me apaixonei e viciei. Não tem como parar agora. Muito boa, excelente!

    ResponderExcluir
  2. Oi Viviane! Da uma olhada também na segunda parte do especial! Saiu hoje! :)

    ResponderExcluir
  3. eu gosto muito dos filmes mas ten umas parte do livro que nao aparecen no filme!mesmo assin e otimo

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.