Super Hiper Mega Banner

Cinema Especial - Saga Crepúsculo - Eclipse 2


Atenção: esse texto contém uma série de spoilers, isto é, informações que podem estragar algumas surpresas do filme. Leia por sua conta e risco!

"Se eu vou filmar de uma certa forma, é importante, sempre que possível, escrevê-la no roteiro. Eu mostrava meus storyboards a Melissa e ela incorporava-os no roteiro,” diz Slade. “As vezes discutíamos sobre o personagem e as idéias específicas de sua história. Melissa tem um entendimento tremendo da história e da personagem, e ela é realmente rápida e esperta, pegando as idéias com rapidez quando eu tentava descrever algo. Então nós íamos para o telefone com Stephenie Meyer e informávamos nossas idéias para ela e ela nos dava ótimas revelações. Melissa foi uma parceira excelente no brainstorming para conseguirmos contar esta história. Quando recebíamos a aprovação de Stephenie, sentíamos que era a palavra final no assunto, porque este é o universo dela.”

“Cada filme foi um pouco diferente do outro no processo de escrita do roteiro,” revela Meyer. “Com Crepúsculo, eu vi o roteiro bem perto do formato final e eu adicionei algumas notas. Nada realmente profundo, porque eu estava preocupada em passar por cima de tudo então eu só alterei as coisas que eram realmente importantes. Com o primeiro filme, tínhamos festas de garotas com Catherine, Melissa e eu, e era realmente muito divertido ter só as garotas juntas.”
A saga Crepusculo - Eclipse
Meyer adiciona , “Com Lua Nova , era legal porque Chris era um roteirista/diretor. Ele entendia meu lado e eu entendia o dele. Ele era ótimo ao perguntar ‘O que você acha?’. Com uma cena em particular, eu lembro que ele apenas disse “Vamos fazer esta direto do livro.’ Como escritora você adora ouvir isso.

“Com Eclipse nós estávamos sempre indo e voltando, mesmo depois de começadas as filmagens. É um livro longo com muitas coisas acontecendo. Eu acho que ficamos tentando encaixar coisas e depois tirar outras... Foi complicado. Então eu trabalhei muito com Melissa. Ela leu um conto no qual eu estava trabalhando e conseguiu por parte dele no filme. Melissa e eu trabalhamos juntos muito bem trocando informações durante madrugadas e jantares, foi divertido! Melissa é ótima e é meio como uma festa do pijama quando estou com ela.”
A saga Crepusculo - Eclipse
“Cada experiência foi tão diferente com cada diretor e têm sido sensações totalmente diferentes. David é ótimo e estivemos realmente unidos quanto à trilha sonora. Nós gostamos de ouvir as mesmas coisas e ele dirigiu alguns dos clipes das minhas bandas favoritas,” revela Meyer. “Nós realmente temos esta conexão nesse nível e eu acho que a sensibilidade nele em vídeos e seu senso de movimento se adapta muito bem à Eclipse. No set ele é tão gentil e alegre. Eu o considero muito divertido para trabalhar.”

Os astros que retornam para este filme concordam. “Eu acho ótimo que nós atores tenhamos a oportunidade de trabalhar na mesma história, com os mesmos atores, e ainda trabalhar com um diferente diretor a cada filme, e conseguirmos nos moldar a seus diferentes estilos. É incrível para nós. Eu sou muito grato que tivemos esta oportunidade,” diz Taylor Lautner. “Eu acho que este filme definitivamente será mais obscuro. Estamos em guerra e Victoria está buscando por vingança. Temos lobisomens e vampiros completamente envolvidos agora. Não há melhor escolha do que David Slade para isso.”
A saga Crepusculo - Eclipse
“Há muito mais ação orientada,” completa Pattinson. “Lua Nova é um filme muito interno e se move em um ritmo diferente. Eclipse é muito mais frenético e se precisa ser mais imediato sobre tudo, o que David gosta. Além disso, eu acho que o tom é muito mais vigoroso. As cenas de luta neste filme são muito mais agressivas e ferozes. Mesmo quando as pessoas estão falando umas com as outras, tudo parece muito mais imediato. Eu acho que as pessoas ficarão chocadas com o ritmo muito mais acelerado.”

“Estranhamente eu achei que este foi o filme mais fácil dos três. Não foi difícil voltar. Especialmente depois de Lua Nova, que foi uma experiência tão cerebral por causa de tudo o que Bella teve de passar. Bella é muito mais ativa neste filme – ela tem muito mais o que fazer. Ela é obrigada a lidar com coisas que não tem necessariamente implicações emocionais para ela. Eu estive nesta situação assustadora de vida ou morte um milhão de vezes, eu acho que posso lidar um pouco melhor com isso dessa vez.,” ri Stewart.
A saga Crepusculo - Eclipse
Eclipse é meu livro favorito da série e o público vai amar o filme porque ainda tem o romance, mais forte do que nunca, como seu elemento principal – temos Bella, Edward e Jacob,” comenta Lautner. “Mas também estamos em guerra, então o nível de ação é máximo. David Slade trouxe um interessante tom mais obscuro ao filme. Este pode ser meu favorito... Por enquanto.”

“Stephenie esteve muito mais presente neste filme do que nos outros. Ela não é diretamente ameaçadora, mas só de saber que ela está assistindo ao monitor durante a filmagem pode ser bem intimidador. Mas de muitas maneiras é útil, especialmente se você quer ganhar uma discussão com alguém. Stephenie – você pode dizer se isso aconteceu no livro? Ajudou muito,” ri Pattinson.
A saga Crepusculo - Eclipse
Godfrey completa “Stephenie teve muito mais oportunidade de estar presente em Eclipse já que ela não estava vendendo nenhum novo livro durante as filmagens. Na verdade ela se aloja no meu trailer enquanto está visitando,” ri Godfrey. “É ótimo tê-la por perto enquanto estamos filmando, porque ela vê coisas que não vemos, porque ela conviveu com estes personagens e livros por muito mais tempo. As vezes ela dizia “você talvez queira pensar sobre isso”. Acima de tudo sempre enriquece as cenas que estamos filmando. Então, ter a disposição este par de olhos extra é fantástico. Ela é real e profundamente envolvida no desenvolvimento do roteiro e garantindo que todas as partes importantes do livro estão ali. Ela até mesmo se envolve na escolha dos atores, porque ela os descreveu tão claramente nos livros. Nós mandamos todas as audições e recebemos seu retorno, então de certa forma ela é realmente uma das produtoras do filme.”
“Eu estou em uma posição realmente boa enquanto trabalho com a Summit e somos amigáveis uns com nos outros e nos damos bem e rodamos as idéias. Esta não é a regra – geralmente um autor assina o contrato e é isso... Você nem ouve nada de ninguém até seu filme estrear,” relata Meyer. 
A saga Crepusculo - Eclipse
“Eu sou realmente sortuda porque eu acho a indústria do cinema fascinante. Eu aprendi muito e conheci pessoas muito legais. Então eu sou realmente grata por eles deixaram que eu me envolvesse e tivesse a experiência de garantir que os filmes refletissem minha visão. Eu amo isso. Eu tenho que aceitar as vezes quando não é exatamente como eu imaginava e eu entendo porque tem que ser assim, nem tudo pode ser encaixado. Mas apenas fazer parte da conversação já é ótimo.”

Godfrey acredita que os fãs irão apreciar o que a equipe de filmagem fez por A Saga Crepúsculo: Eclipse. “É o ponto culminante de tudo aquilo pelo qual estivemos esperando. Eu sinto como se tudo fosse um lento processo até a explosão de todos estes elementos externos colidindo em Forks, Washington – tudo pela decisão de Bella de se tornar uma vampira”.

Leia aqui a primeira parte do Daiblog Especial - Saga Crepúsculo - Eclipse.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.