Super Hiper Mega Banner

#843-O bem amado

Depois do metalinguístico Romance, Guel Arraes volta ao cinema com a satírica comédia O bem amado. A história já foi contada outras vezes na televisão e no cinema, mas muitos conhecerão o prefeito Odorico Paraguaçu pela primeira vez. Interpretado por Marco Nanini, o personagem é um adorável e hilário vilão que governa a cidade de Sucupira.

Apesar de ser uma trama de época, é mais atual do que nunca. Afinal corrupção e política sempre andaram juntas no nosso país. E no filme não é diferente. Eleito após prometer a construção de um grandioso cemitério na cidade, Odorico aproveita o cargo para desviar verba e levar uma vida boa aproveitando o dinheiro público. Esse comportamento chama a atenção da imprensa idealista, que faz de tudo para levar a verdade para o povo.
O bem amado
O povo votou em Odorico Paraguaçu

A comédia possui um ritmo muito bom e garante risadas durante todo o filme. Boa parte do humor é causada pelas personagens caricatos, como as três irmãs solteiras que estão desesperadas para se casar. O trio é vivido por Andréa Beltrão (Verônica), Zezé Polessa (Manual para atropelar cachorro) e Drica Moraes (Os normais 2 - A noite mais maluca de todas). Mas o destaque vai mesmo para o protagonista, com seus diálogos prontos e frases de efeito - todas ridículas e cômicas.
O bem amado
Três vezes sedução - as irmãs Cajazeiras


Também fazem parte do elenco Maria Flor (Chega de saudade), Caio Blat (As melhores coisas do mundo), José Wilker (Sexo com amor?), Matheus Nachtergaele (Terra vermelha), entre outros. O bem amado cumpre a função de ser engraçado e divertir. Seja pelo jingle irritante da campanha política ou pela cara de pau do prefeito. O final ainda reforça de forma redundante a sensação que está mais do que clara para o espectador mais atento, isto é, a ideia que Sucupira é realmente parecida com o Brasil. Mas, neste caso, é algo para chorar ao invés de rir.
Cotação do Daiblog:DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme O bem amado:


O Bem Amado (Brasil, 2009) Dirigido por Guel Arraes. Com Matheus Nachtergaele, Andréa Beltrão, José Wilker, Caio Blat, Bruno Garcia, Maria Flor, Marco Nanini, Tonico Pereira, Zezé Polessa, Drica Moraes...

Veja uma entrevista com o diretor Guel Arraes e leia mais sobre a história do filme O bem amado clicando aqui.

Daiblog Quer ver o filme O bem amado?

2 comentários:

  1. Mais um filme brasileiro.
    E eu aqui na torcida

    ResponderExcluir
  2. Achei engraçado! Principalmente o extenso vocabulário do Odorico. Que pessoa culta! rs.

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.