Super Hiper Mega Banner

Porto dos mortos é premiado no exterior

Apesar da aparente revolta de algumas pessoas que assistiram ao longa-metragem Porto de mortos (durante o 5º Cinefantasy) e não gostaram nem um pouquinho, o filme brasileiro está fazendo uma boa carreira no exterior. A produção da Lockheart Filmes Ltda, foi agraciada com o prêmio de Melhor Longa-metragem de Horror (Best Horror Feature) do Arizona Underground Film Festival, encerrado no último final de semana em Tucson, nos Estados Unidos.
Porto dos mortos
Escrito e dirigido por Davi de Oliveira Pinheiro (que divide a produção com Isidoro B. Guggiana), Porto dos mortos acompanha a caçada de um policial (Rafael Tombini) a um assassino serial misterioso. Road movie intimista, o filme reúne diversos elementos do cinema de gênero. O filme agora segue o circuito de festivais.
Rodado em 23 dias na cidade de Porto Alegre (RS) e arredores, Porto dos mortos reuniu uma equipe de mais de 90 profissionais. Locações foram especificamente escolhidas e/ou adaptadas para a pessimista e particular visão de um mundo pós-apocalíptico criado pelo diretor. "O filme é um compêndio de fantasia, policial e outros gêneros, mas com uma identidade única, pessoal" , define Davi.

"É uma investigação poética sobre a relação do seres humanos com o ambiente pós-apocalíptico", diz o diretor Davi de Oliveira Pinheiro. "No vazio, revelam-se a força dos relacionamentos e a continuidade da vida no planeta, apesar do desaparecimento da humanidade", explica.

Veja aqui o trailer oficial do filme Porto dos mortos:

Um comentário:

  1. Não assisti a porto dos mortos mas assisti a capital dos mortos, inclusive dois amigos meus são zumbis no filme, e achei uma superprodução amadaro, o pessoal levou bem a sério o filme.

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.