Super Hiper Mega Banner

Animação em rotoscopia é destaque no Festival de Brasília

Hugo Rodas, Gê Martú, B. de Paiva, André Deca, Jones Schneider e Timm Martins são alguns dos grandes nomes da dramaturgia candanga que fazem parte de Kcrisis, curta-metragem que promete chamar a atenção o público durante o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Dirigido pelo cineasta Thiago Moyses, o filme é uma aventura futurista que traz elementos de quadrinhos em animes.

Com um visual impressionante, o curta foi totalmente feito no estúdio localizado na casa do diretor, na Asa Norte. Lá, ele usou a criatividade para inventar um universo onde a polícia foi privatizada e uma organização chamada Kcrisis, responsável por assassinatos de criminosos do alto escalão.  Explosões, tiroteios e capotamentos aparecem na tela, o que torna quase inacreditável acreditar que trata-se de uma produção de baixo orçamento.
Kcrisis 
Os atores Gê Martú e Andrade Junior

O objetivo de Thiago agora é transformar o curta em uma série, já que o filme é apenas o piloto de uma história que já tem várias temporadas escritas. “Existem críticas à violência excessiva e estilizada,  à mentalidade uniformizada dos jovens - que se comportam como feitos em série”, comenta o diretor. “Existe também uma crítica a uma visão radical de que serviços públicos seriam melhores nas mãos de empresas privadas, que "teoricamente" melhorariam o serviço porque dependem dos lucros. As grandes corporações que controlam esse serviços aumentam virtualmente a eficiência para sugar do estado financiamento para seu aumento de poder na sociedade”.

Bruno Garcia interpreta o protagonista Yasha

Sinopse:
Em 2020 o mundo vive um momento sombrio. Grandes corporações já ultrapassam totalmente os poderes dos estados. A polícia foi privatizada, assim como universidades públicas e o fornecimento de medicamentos. A polícia vive da receita do governo, do dinheiro público e deve arcar com a investigação, prisão e processo judicial para condenar criminosos.

Kcrisis 
O curta é ambientado em 2020

Devido aos prejuízos em tentativas frustradas de prender bandidos do alto escalão, a principal executiva da corporação, Barbara Othello, resolve criar uma divisão especial para investigar e executar sumariamente estes criminosos. Como essa divisão é ilegal, ela utiliza as universidades como fachada para contratação de seus agentes. Um dos seus principais agentes, o assassino Yasha, não conhece nada do seu passado e obedece ordens cegamente. Isso muda quando é obrigado a lembrar da irmã, que o perturba profundamente.


Kcrisis 
O filme reúne rotoscopia com animação tradicional

Kcrisis - Animação, cor, digital, 20min, DF, 2010. Direção: Thiago Moyses Com: Jones Schneider, Timm Martins, Bruno Garcia, André Deca, Andrade Júnior, Gê Martú, Thaís Strieder, João Antonio, B. de Paiva, Hugo Rodas, Luciana Martucelli, Alana Ferrigno, Fabiana Soares, Karina Martins, Cris M. e Yeda Gabriel

Kcrisis
A intenção é que Kcrisis se torne uma série

Serviço

Kcrisis - animação, cor, digital, 20min, DF, 2010
Exibição na Mostra Competitiva Digital
Domingo, 28 de novembro, a partir das 14h30
Na Sala Martins Pena do Teatro Nacional Claudio Santoro.
Setor Cultural Norte, Via N2
Entrada franca
Informações: (61) 3325-6239 e 3325-6240

Observação: No mesmo dia será exibido ainda o curta: A Brasilia's Tale, outro curta de Thiago Moyses também competindo ao Troféu Câmara Legislativa do DF.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.