Super Hiper Mega Banner

#935-Sobrenatural

James Wan não é um daqueles diretores que consegue fazer apenas um filme bom. Depois do sucesso de Jogos Mortais, que criou moda e gerou uma extensa franquia, ele é o responsável agora por Sobrenatural. E se na trama do assassino Jigsaw prevalece o sangue e as sequências de torturas, no novo trabalho ele procura assustar de forma psicológica. O perigo, desta vez, é do além.

O filme traz de volta o ator/roteirista Leigh Whannell (Gritos Mortais), que escreveu uma trama que lembra Poltergeist - O Fenômeno com elementos de outras produções. Pode não ser o argumento mais original do mundo, mas o importante é que cumpre bem a função, isto é, dá medo.

O longa gira em torno de uma família que se muda recentemente para uma casa nova. Apesar de parecer ser uma espécie de Amityville, a solução para os mistérios de aparições e eventos do outro mundo é diferente. Nos personagens, Josh Lambert (Patrick Wilson, de Watchmen - O Filme, Esquadrão Classe A, Passageiros) é um professor que não dá muita importância quando a esposa Renai (Rose Byrne, de Presságio e Maria Antonieta) explica que vê vultos e sente que existe algo de errado com o novo lar.
Algo maligno, de fato, acontece. E a maior vítima acaba sendo um dos filhos do casal, o pequeno Dalton (Ty Simpkins, de Foi Apenas um Sonho, Força Policial, Pecados Íntimos). Ele entra numa espécie de coma, fato que quase faz a narrativa se tornar um drama. Mas não se deixe enganar porque é terror mesmo. E bem sucedido, graças a uma trilha sonora fantasmagórica cheia de instrumentos incômodos que parecem sussurros.
Além da trilha interessante, a fotografia do filme também chama a atenção. Muito bem filmado, Sobrenatural não tem medo de lidar com a escuridão - algo que exige técnica e que faz com que a experiência de ver a película no cinema seja ainda melhor. No início as imagens aparecem em enquadramentos diferentes, que passam uma impressão meio documental. Mas depois isso é abandonado e, perto do fim, tudo muda.
O filme se perde na conclusão, que parece desistir daquele clima de produção antiga para agradar quem está acostumado com a forma de se fazer cinema nos dias de hoje. Seria muito melhor se permanecesse no mesmo estilo, mas, mesmo assim, merece ser visto. Faltou pouco para ser ótimo.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Sobrenatural legendado em português:


Insidious (EUA, 2010) Dirigido por James Wan. Com Patrick Wilson, Rose Byrne, Ty Simpkins, Barbara Hershey, Andrew Astor, Lin Shaye, Leigh Whannell, Angus Sampson...

Daiblog Quer ver o filme Sobrenatural?

3 comentários:

  1. Eu assisti a esse filme! Um dos melhores do gênero que vi recentemente. Ele vai por caminhos totalmente diferentes (ao menos para mim)do esperado de um terror. Eu gostei e recomendo.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo11:27 PM

    Recomendo.
    Pra mim o considero ótimo.
    Me prendeu na cadeira do cinema.

    ResponderExcluir
  3. Um filmaço de terror! Só não dou nota 10, pq tiveram umas aparições meios fantasiosas, quase carnavalescas...rs, mas tirando isso, me surpreendi com esse filme. Achei que foi diferente de muitos filmes de terror, um filme ousado que assusta de verdade e faz arrepiar, eu gostei.

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.