Super Hiper Mega Banner

#936-Velozes e Furiosos 5: Operação Rio

Os mais ufanistas vão ranger os dentes ou simplesmente deixar a sala do cinema ao ver Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio. Enquanto o País procura vender para o exterior as belezas naturais e uma impressão de primeiro mundo, o novo episódio da franquia dos corredores fora-da-lei explora a corrupção e a periferia ao mostrar uma terra onde quase tudo é permitido. Agora quem quiser ver boas sequências de ação, corridas alucinantes e tiroteios vai adorar.

O longa-metragem tem início com a fuga de Dominic Toretto  (Vin Diesel, de Missão Babilônia, Velozes e Furiosos 4). Ele é resgatado pelo ex-policial Brian O'Conner (Paul Walker, de Mergulho Radical) e pela irmã Mia (Jordana Brewster, de O Massacre da Serra Elétrica – O Início), que destroem o ônibus que o levaria para o presídio. Com isso, todos passam a ser procurados no mundo inteiro e fogem para a Cidade Maravilhosa.
Na favela, eles chegam a conclusão que essa vida de fugitivos já está cansando – e está mesmo, porque o primeiro filme foi lançado há 10 anos –, então decidem um último “trabalho” para viver longe de problemas com o dinheiro roubado. Isso não será tão fácil porque o experiente policial Hobbs (Dwayne Johnson, de O Fada do Dente, Treinando o Papai, A Montanha Enfeitiçada) viaja até o Brasil para localizar e prender todo mundo.
Como já se podia imaginar, o roteiro repete a fórmula bem sucedida dos outros filmes da série: perseguições, muita destruição do patrimônio público e pessoas saltando de veículos em movimento – peripécia semelhante à praticada por jovens na Estrutural, que repassam bebidas no trânsito e ainda mostram o traseiro na janela do automóvel.
Os fãs de filme de ação vão gostar, com certeza. A quinta parte é cheia de momentos eletrizantes. Só que mostra um Brasil pobre, corrupto e violento (com direito a tiros de bazuca e granadas). Em determinado momento, o protagonista surpreende a polícia internacional dizendo: “Você pensa que está na América, mas isto é o Brasil!”, em seguida vários civis apontam armas, expulsando os tiras da rua.
Apesar de ter a cidade do Cristo Redentor como cenário, muitas cenas do quinto Velozes e Furiosos não foram rodadas em território nacional. Algumas sequências foram gravadas em Atlanta e na ilha caribenha de Porto Rico. Os gringos que desconhecem o Brasil não sentirão a diferença, assim como não vão achar esquisita a sequência que mostra um assalto a um trem num deserto nada brazuca. De forma distorcida ou não, o mundo deve conhecer o Brasil de verdade na Copa do Mundo de 2014.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio legendado em português:


Fast Five (EUA, 2011) Dirigido por Justin Lin. Com Vin Diesel, Paul Walker, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Ludacris, Matt Schulze, Sung Kang, Gal Gadot, Tego Calderon , Joaquim de Almeida...

Daiblog Quer ver o filme Velozes e Furiosos 5: Operação Rio?

7 comentários:

  1. Anônimo5:16 AM

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo12:23 PM

    Um deserto??AÍ FODE NEH?

    ResponderExcluir
  3. Anônimo5:20 PM

    E os que conhecerem o Brasil de verdade na copa de 2014, com certeza terão uma imagem muito pior do Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo5:20 PM

    Minha opinião, acredito que como Os Mercenários e agora Velozes 5 para gravarem aqui em nosso Brasil deva passar por uma aprovação para isto, então acredito que o maior erro e nosso (de quem aprova estas filmagens) sem o previo conhecimento do que eles vão mostrar e falar em tais filmes, os gringos tão nem ai quem deve mudar somos nós e proibir qualquer filme que fale mal de nossa nação. Ainda não é tarde e só não assistirem o filme.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo7:28 PM

    burro e claro que não foi só no Brasil,
    eles estavam fugindo e depois vinham para o nosso pais.aqui foi que se encontraram.
    ASSISTA AOS OUTROS QUATRO!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Me surpreendi. Olha sinceramente e sem hipocrisia nenhuma, na minha humilde opnião esse é o melhor da franquia!! Adrenalina e cenas muito arrasadoras, gostei demais!

    Quanto a falar mal do Brasil não é legal, lógico! Mas também é exagero ficar levando tudo ao pé da letra, todo e qualquer filme nesse estilo, que fosse feito em qualquer outro país teria falado a meeesma coisa, em corrupção e drogas, pq é filme. Até nos EUA tem desses filmes que mostram traficantes e policial corrupto, ou ninguém nunca viu??

    Ah no Brasil não pode então fazer um filme de ficção(embora algumas semelhanças mesmo com a realidade) pq o Brasil é um coitadinho né. Costumo dizer que o povo aqui é como uma pessoa com baixa estima, se vc olha normal pra ela, ela já tá achando que vc tá olhando com preconceito, assim é o Brasil, fazem um filme como fazem em qualquer outro lugar, mas não pode pq estão denegrindo a imagem do país, sendo que quem suja a imagem do país somos todos nós. Outro dia vi pessoas achando ruim com o filme "Rio", pq mostra que o Brasil é só mulher e carnaval..rs, ahh tenha a santa paciência, precisamos superar os traumas e assistir um filme como entretenimento, não devemos nada a ninguém.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo1:56 PM

    eu ameiiii este filme e espero q tenha continuaçao!!!amo veloses e furiosoooooooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.