Super Hiper Mega Banner

#944-Encurralada

*Por Ray de Aguiar @ray_aguiar

É difícil um filme do gênero thriller chegar perto de uma obra de Alfred Hitchcock. Afinal, ele é o mestre no assunto. Mas inesperadamente surgem aqui e ali alguns que valem a pena assistir. O tipo daquele filme que não chega fazendo barulho, nem com uma grande campanha publicitária e acaba surpreendendo pela boa história. Este é o exemplo de Encurralada.

Na trama, Karen Jennings (Charlize Theron, brilhante) é esposa do Dr. Will Jennings (Stuart Townsend). Ambos vivem uma vida pacata com sua filha Abby, (Dakota Fanning, de A Menina e O Porquinho). Até que um dia, quando Will vai para uma viagem de negócios, Karen encontra um homem misterioso na casa, Joe (Kevin Bacon, de O Lenhador), que informa que sua filha foi seqüestrada.
Durante 24 horas ela será mantida refém num local escondido com outro seqüestrador, Marvin, (Pruitt Taylor Vince), enquanto que Joe ficará na casa para garantir que Karen não ligue para a polícia. É o tempo que Will será forçado por outra seqüestradora, Cheryl (Courtney Love), a pagar pelo resgate de sua filha.
Parece o plano perfeito. Até porque eles já haviam executado o golpe outras vezes e obtido sucesso. Mas aí começam a surgir os empecilhos. Os seqüestradores descobrem que Abby sofre de asma e qualquer contato com poeira, ou só o fato de ficar nervosa, a deixa sem ar. Vale mencionar que, dessa vez, não é só dinheiro o motivo do seqüestro, mas revelar mais detalhes entregaria muito do filme.
São momentos de pura tensão em que Karen e Will quebram as regras e tentam subverter a situação. Não é de se julgar, já que no desespero de salvar sua filha, um pai e uma mãe são capazes de qualquer coisa. A história é boa não só pela sua simplicidade mas também pelas atuações sólidas. Charlize Theron mostra porque mereceu o Oscar em 2004 por Monster – Desejo Assassino. Kevin Bacon está bem como o seqüestrador Joe. (Uma nota: lamento que Bacon sempre acabe com papéis secundários como no igualmente bom Apollo 13. Um ator injustiçado, na minha opinião, num caso parecido com o de Gary Oldman. Espero vê-los como protagonistas em breve.)
Courtney Love traz um ar de “vingativa confusa”, que serve de contra-ponto à personalidade mais radical do personagem Joe. Pruitt Taylor Vince faz um homem atormentado, com um leve distúrbio mental. Até Dakota Fanning manda bem como a pequena Abby. Só Stuart Townsend que poderia ter trabalhado melhor na hora de interpretar. O Dr. Will parece em alguns momentos um tanto heróico demais pelas expressões de Townsend. Mas no geral não é ruim.
Enfim, um bom filme, uma boa história e bons atores. Pode parecer pouco, mas é muita coisa, considerando o fraco desempenho técnico que vem aparecendo por aí. Tanto em produções, quanto em atuações. Méritos para o diretor Luis Mandoki, que mostra que uma história simples e sem muitas complexidades às vezes é a que mais prende a atenção.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Encurralada:


Trapped (EUA, 2002) Dirigido por: Luis Mandoki. Com: Charlize Theron, Courtney Love, Stuart Townsend, Kevin Bacon, Pruitt Taylor Vince, Dakota Fanning...



Daiblog Quer ver o filme Encurralada?

Um comentário:

  1. Descobri a existência deste através do seu site e me surpreendi pelo ótimo filme q acabo de assistir, realmente é um filme q prende do inicio ao fim e já me interessei tanto q vou procurar pelo livro q gerou esse filme, deve ser ótimo tbm ;D
    Parabéns pelo site, sempre q quero um filme, olho sua review aqui p/ ñ me arrepender dps ^^

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.