Super Hiper Mega Banner

#948-Qualquer Gato Vira-Lata

De fato o cinema nacional não produz apenas filmes de favela ou com temática nordestina. Baseado no espetáculo teatral Qualquer Gato Vira-Lata Tem uma Vida Sexual Mais Sadia do que a Nossa, de Juca de Oliveira, Qualquer Gato Vira-Lata estreia hoje nos cinemas contando a história da universitária Tati (interpretada por Cléo Pires, de Meu Nome Não É Johnny).

Ela é apaixonada pelo namorado Marcelo (Dudu Azevedo, de Muita Calma Nessa Hora), mas o rapaz é do tipo que não perde tempo com uma única mulher e apronta todas. Cansada de sofrer, ela acaba assistindo a uma aula do polêmico professor Conrado (Malvino Salvador, de O Signo da Cidade - veja uma entrevista com o ator aqui), que fala de uma teoria que compara o comportamento humano com o dos animais na hora do acasalamento. Tati descobre que, segundo o que Conrado ensina, ela está fazendo tudo errado. Então decide arriscar e seguir os conselhos.
E, enquanto continuam no plano para fazer Marcelo voltar para a estudante, as coisas mudam de rumo e eles descobrem que tem muita coisa em comum. O filme é uma comédia romântica leve que não apela para o sexo ou violência para fazer rir. A produção nacional não consegue fugir do fantasma que assombra os filmes deste gênero: a previsibilidade.
Mas o resultado provavelmente vai agradar os casais. Qualquer Gato Vira-Lata chega a soar ingênuo por causa da protagonista Tati. Sonhadora e impulsiva, ela demora a descobrir como se deve tratar quem não merece ser amado. O elenco está bom, com destaque para Malvino Salvador em um papel diferente de galã.
Agora quem rouba a cena mesmo é o ator Álamo Facó, que interpreta um amigo de Marcelo. Ele é o responsável pelas cenas mais engraçadas, com bordões. Além do filme, Facó pode ser visto também na ótima série Natália, exibida na TV Brasil.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Qualquer Gato Vira-Lata (Brasil, 2011) Dirigido por Tomas Portella e Daniela De Carlo. Com Cléo Pires, Dudu Azevedo, Malvino Salvador, Rita Guedes, Álamo Facó...

Veja aqui o trailer do filme Qualquer Gato Vira-Lata na TV Daiblog:


Daiblog Quer ver o filme Qualquer Gato Vira-Lata?

Um comentário:

  1. O que não faltou no filme foram cenas engraçadas, talvez pelo assunto "relacionamento", acabamos nos identificando com muitas coisas, isso se torna interessante, é legal ver as situações que colocam os personagens em "Calças curtas", se fosse uma comédia que abordasse outras graças à tôa, ou um assunto qualquer talvez não tivesse funcionado assim, mas confesso que pelo contrário da crítica que ví em outros sites, agradou muito o filme e não só a mim como à todos que estavam na mesma sala no cinema.

    A Cléo Pires é realmente demais, Malvino Salvador e Dudu Azevedo também estiveram muito bem, se encaixaram na estória. Olha pra mim o filme foi muito competente no que se propôs a fazer, me fez rir, me divertiu, me surpreendeu(pq pela crítica que ví em outros sites, pensei que fosse um filme fraquinho demais), e me fez sair do cinema satisfeito com mais um filme nacional. RECOMENDO!

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.