Super Banner

#1002-O Preço do Amanhã

Já ouviu dizer que "tempo é dinheiro"? Em O Preço do Amanhã, esse ditado é representa a realidade. A trama se passa em um futuro próximo, onde todas as pessoas nascem geneticamente modificadas para não envelhecerem depois dos 25 anos. Parece ser uma coisa boa, mas não é apenas isto. Quando se completa 25 anos, um relógio no braço é ativado que dá direito a um ano de vida.

Para conseguir mais tempo é preciso trabalhar. Na sociedade criada por Andrew Niccol, que também é o diretor, os segundos funcionam como moeda. Assim, rico é aquele que possui mais horas e pobre é quem trabalha diariamente para conseguir viver no dia seguinte. A situação é aterrorizante, principalmente por causa de detalhes do cotidiano, como a ideia de perder minutos de vida para comprar um café, por exemplo.

A história gira em torno de Will Salas (Justin Timberlake, de A Rede Social), um trabalhador que vive com a mãe e leva uma vida literalmente corrida. Inconformado com a situação, um dia ele conhece um homem com um mais de um século de vida para gastar. O encontro fará com que Will tome atitudes que vão alterar todo o sistema. Enquanto Will vive lutando pelos ideais, a jovem Sylvia Weis (Amanda Seyfried, de A Garota da Capa Vermelha, O Preço da Traição, Garota Infernal, Conversando Com os Mortos) é rica e alienada.
A premissa do cineasta Andrew Niccol é interessante. Criador do ótimo Gattaca - A Experiência Genética e do drama crítico O Senhor das Armas, ele merece respeito. O problema é que o roteiro, que poderia render alto mais inteligente, acaba virando mais uma história cheia de perseguição. Os personagens são vazios, perdidos e mal sabem o que querem. E no final parece que poderia ser uma maravilha ficção científica, se não tivesse a preocupação em agradar quem gosta de ação. No mais, é um longa-metragem que deve fazer sucesso entre o público.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer de O Preço do Amanhã:


In Time (EUA, 2011) Dirigido por Andrew Niccol. Com Justin Timberlake, Amanda Seyfried, Cillian Murphy, Olivia Wilde, Shyloh Oostwald, Johnny Galecki, Colin McGurk...
Google+
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários :

  1. Realmente uma grata surpresa esse filme. Amanda Swyfried e especialmente Justin Timberlake fizeram ótimas atuações, também gostei das cenas de Alex Pettyfer(A Fera e Eu Sou o Número Quatro), Olivi Wilde lindíssima, pena que participou de poucas cenas.

    Uma ficção com uma estória muuito boa, bem adaptada, com todos os meios de fazer do tempo o dinheiro, das transferências que achei bem legal a forma como era feita, tudo bem colocado em cena, inclusive a ação do filme, que não demora dar as caras. Claro que se fosse um Will Smith da vida, o filme ganharia outro patamar, sem desmerecer os protagonistas que como falei, estiveram ótimos pra mim, mas é que o filme tem um roteiro tão legal, que merecia ter um nome de peso dos cinemas.

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!