Super Hiper Mega Banner

Emissora japonesa produz documentário sobre Brasília

A história peculiar da criação de uma nova capital brasileira nos anos 60 será contada do outro lado do mundo. A emissora de Televisão Japonesa TBS enviou um grupo de profissionais para Brasília a fim de pesquisar a construção, desenvolvimento e arquitetura da cidade de Juscelino Kubitschek. A Secretaria de Turismo do Distrito Federal está cuidando para que os visitantes nipônicos possam descobrir o que existe de melhor na Capital. O resultado será transmitido no programa The World Heritage, que em tradução livre significa “as heranças do mundo”.

As gravações começaram a partir de 9 de novembro e seguem até hoje (15 de novembro). Chamado Cerrado Protect Areas, o documentário irá retratar áreas protegidas por lei e locais tombados como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, título concedido pela Unesco. Na lista da equipe, formada por quatro profissionais, está a Catedral Metropolitana de Brasília, Torre de Televisão, Congresso Nacional, Palácios do Itamaraty, do Planalto e da Alvorada, além do Supremo Tribunal Federal, Museu da República e Torre de TV Digital.

Bem como os prédios e monumentos, o trabalho deverá abordar elementos que fazem parte da rotina do brasiliense como escolas, entrequadras residenciais, postos de segurança e outros serviços que possuem modelo exclusivo na Capital Federal. A parte cívica ficará por conta de cerimônias como a troca da bandeira e da guarda presidencial.

“Queremos mostrar o processo de evolução da cidade desde a sua construção até os dias de hoje. Para isso iremos reunir documentos, fotografias e imagens históricas”, explica a produtora Naoko Takahashi.

Parte da pesquisa será voltada às obras de Oscar Niemeyer e a inovação que trouxe para a Capital do Brasil. Serão apresentados os fatores que levaram Brasília a ser a única cidade moderna considerada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. O material é de responsabilidade da produtora Wasabi e conta o apoio da Unesco, da Agência Nacional do Cinema e do Governo do Distrito Federal.


Fotos: Michel Toronaga

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.