Super Hiper Mega Banner

#1014-Missão: Impossível - Protocolo Fantasma

Baseada em série homônima de televisão que foi ao ar nos anos 1960, a franquia Missão Impossível chegou aos cinemas em 1996 abrindo espaço para que Tom Cruise entrasse para o clube (assim como Bruce Willis e Daniel Craig) das estrelas de filmes de ação. Hoje o ator, que também é produtor, volta com tudo na estreia de Missão: Impossível – Protocolo Fantasma. Dirigido por Brad Bird (das animações Os Incríveis e Ratatouille), o longa-metragem traz sequências de ação eletrizantes. O que mais se pode esperar se o objetivo é justamente tirar o fôlego e divertir?

A história é simples e não muito original, mas serve perfeitamente para a proposta do filme. Cruise interpreta mais uma vez o agente Ethan Hunt, que agora é acusado injustamente de ter feito um atentado terrorista na Praça Vermelha de Moscou. Na verdade, ele estava numa missão justamente para evitar que armas nucleares caíssem nas mãos erradas. Só que vilões altamente capacitados vão dar bastante trabalho para o herói, que terá que unir forças com outros agentes para evitar que o pior aconteça.
A equipe de Ethan é formada por acaso, quando o tal protocolo fantasma que dá título ao filme é acionado pelo presidente dos Estados Unidos. O procedimento declara a extinção da Impossible Mission Force (IMF), o que significa que os agentes ficam sem apoio do governo, atuando na ilegalidade.
O time do protagonista é formado por Jane (Paula Patton, de Preciosa), uma agente que busca vingança; o divertido Benji (Simon Pegg, de Missão: Impossível III) e o misterioso analista Brandt (Jeremy Renner, de Guerra ao Terror). Juntos eles tentarão impedir o início de uma nova guerra mundial com armas nucleares.
Vários elementos que se tornaram características da série reaparecem, como os disfarces e as máscaras, tecnologia de ponta – que inclui aparelhos modernos e acessórios para escaladas – e, é claro, muitas situações de perigo a todo momento. Este ponto pode ser considerado um dos acertos do filme. O ritmo é frenético, com direito a explosões, tiroteios e tudo o que uma produção de ação precisa para agradar os fãs do gênero.
Com diversas locações ao redor do mundo (Budapeste, Moscou e Dubai), Missão: Impossível – Protocolo Fantasma garante momentos memoráveis, como a perseguição no meio de uma tempestade de areia. Os elaborados planos (que nem sempre funcionam) também acrescentam muito ao resultado, com um suspense interessante que impede que o filme seja só aventura.
A direção de Bird traz humor para várias cenas, que funcionam pela experiência de Simon Pegg na comédia. Mas há espaço para o drama, quando o roteiro relembra o passado de Ethan. Sem dúvidas, um dos melhores da série.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog
Veja aqui o trailer do filme Missão: Impossível - Protocolo Fantasma:


Mission: Impossible - Ghost Protocol (EUA, 2011) Dirigido por Brad Bird. Com Tom Cruise, Jeremy Renner, Simon Pegg, Paula Patton, Michael Nyqvist, Vladimir Mashkov, Samuli Edelmann, Ivan Shvedoff, Anil Kapoor, Léa Seydoux, Josh Holloway...

Um comentário:

  1. Um filme que já fui assistir com muita expectativa, pelos anteriores e pelo trailer que já apresentava, e o que vi foi ainda melhor do que eu esperava, cenas super bem filmadas que davam mesmo o impacto da ação, tomadas de angulos incríveis, como as cenas que eram mais abertas, mostrando a grandiosidade do cenário. Tom Cruise ainda perfeito em cena, achei que o humor foi bem dosado e deu certo, enfim, um filmaço que vale a pena!

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.