Super Hiper Mega Banner

#1022-A Saga Crepúsculo - Amanhecer

*Por Ray de Aguiar - raydeaguiar@daiblog.com.br

E quem diria que o primeiro livro escrito por Stephenie Meyer, que fora rejeitado por várias editoras, acabaria gerando esse fenômeno literário e cinematográfico? Nunca se sabe o que vai ser a nova moda. Uma das atuais é justamente um resgate ao passado, do romance conservador e quase platônico. De cortejar sua amada e dedicar a sua vida para fazê-la feliz. Isso sintetiza de maneira mínima os três primeiros filmes da saga Crepúsculo. Em Amanhecer – Parte 1, o romance florido abre espaço para alguns dramas.

No começo de um namoro, tudo é um mar de rosas. Depois os problemas e defeitos dos respectivos vão surgindo diante dos olhos cegos pelo amor. Quando decidem se casar então, aí que os problemas de verdade surgem. Mas essa é a vida, com todo mundo, e o que torna um relacionamento feliz é saber lidar com as adversidades. A grande questão neste filme é que a trama toda é uma enrolação sem fundamento. Dividir a história do livro em duas partes me parece muito mais pra lucrar o dobro do que se lucraria com apenas um filme, e pra rivalizar com Harry Potter, que também teve seu último livro dividido em dois filmes.
Os três filmes anteriores da saga Crepúsculo mostravam o desenvolvimento da relação entre Bella (Kristen Stewart) e Edward (Robert Pattinson), incluindo o triângulo amoroso com Jake (Taylor Lautner). Muitos criticam a série, alegando que a história é melosa demais e que a série é só mais uma “modinha”. Ao meu ver, “modinha” mesmo é criticar Crepúsculo por criticar, só pra deixar claro que você não é uma menininha de 15 anos que sonha com o príncipe encantado. Pura bobagem. O cara que diz ser insuportável o romantismo dos filmes é o mesmo que chama a namorada de “amorzinho” e diz ao telefone “desliga você”.
Vamos às críticas que realmente têm fundamento. Bella é uma personagem mal construída. Enquanto afirma que tem certeza que ama Edward mais que tudo e quer passar o resto da vida com ele, não possui maturidade para falar com o próprio pai sobre sexo (essa cena está presente no terceiro filme, Eclipse). É difícil acreditar que sua convicção em querer viver com Edward não possui uma única dúvida. Ou melhor: como ela pode ter tanta certeza do que sente? Afinal, Edward tem mais de 100 anos, já tem certeza do que quer, teve experiência de vida.
Analisando friamente, se Bella esconde seus sentimentos e problemas dos pais, que nunca mostraram nenhuma razão para isso e sempre estiveram presentes e apoiando-a, como pode ter maturidade para saber o que é o amor? Sem falar que ela realmente é “sem-sal”. Não pela aparência, mas pela sua personalidade. Alguém que só se revela para Edward, mas se torna extremamente introvertida para com o resto do mundo. Pelo menos tem a Alice (Ashley Greene), que ameniza um pouco isso com um jeito mais verossímil.
Enfim, para acalmar aqueles que prometeram assistir aos filmes com as namoradas e ainda não o fizeram: Crepúsculo não é uma tortura. Sinceramente, não foge tanto assim de outros filmes românticos. A diferença em Amanhecer, é que a trama se concentra na gravidez de Bella, e nas conseqüências que podem surgir disso. Agora, depois de ter assistido aos anteriores, é esperar a Parte 2. Não vou ser que nem o Edward que, depois de tanto cortejar a Bella, chega na lua-de-mel e hesita em consumar o casamento. Pelo jeito, mesmo depois de 100 anos, ainda é possível ter alguma insegurança.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme A Saga Crepúsculo - Amanhecer:


The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 1 (EUA, 2011) Dirigido por: Bill Condon. Com: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Ashley Greene, Billy Burke, Peter Facinelli, Kellan Lutz, Jackson Rathbone, Nikki Reed...

Um comentário:

  1. Sinceramente, não vejo pq as pessoas falam mal dessa saga, tudo bem, o Edward é todo fresquinho e devagar mesmo, mas é um filme muito bom, especialmente esse "Amanhecer". Gostei demais, da delicadeza das cenas, minuciosas e sem pressa, poucas e boas cenas de ação e na época o filme gerou uma expectativa maior ainda para a continuação. Show de bola!

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.