Super Hiper Mega Banner

#1036-O Despertar


*Por Raíssa Saraiva - raissasaraiva@daiblog.com.br

De tempos em tempos, os fantasmas são temas de produções cinematográficas. Sejam bonzinhos como em Gasparzinho, engraçados como em Os Caça-Fantasmas, ou simplesmente maléficos como em O Chamado. Assim, não é com muita expectativa que vemos um novo lançamento do gênero. Mas surpresas sempre podem acontecer.


É nesse molde que se encaixa O Despertar, filme de estreia do diretor Nick Murphy no cinema. Na trama ambientada na Londres pós-Primeira Guerra Mundial, Florence Cathcart (Rebecca Hall – Vicky Cristina Barcelona) é uma jovem escritora especializada em desmistificar fantasmas e outros fenômenos sobrenaturais. A fama no assunto faz com que a moça seja procurada para desvendar o mistério que ronda um internato para meninos, onde supostamente o espírito de uma criança assassinada no local no passado assombrava os alunos. Buscando auxílio na ciência, Florence investiga a enigmática sede da escola com ajuda do professor Robert Mallory (Dominic West – O Retorno de Johnny English) e da governanta Maud (Imelda Stauton – Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 1).

A produção tem traços típicos de outras do gênero, como a escuridão das cenas, o isolamento dos personagens e suas presenças ambíguas. Em alguns momentos, a história parece bastante similar a outro título famoso de suspense, Os Outros. Mas a diferença de O Despertar aparece com força no desenvolver psicológico, nas tomadas tensas e silenciosas e na quase completa ausência de sustos. Os que já são acostumados com histórias de fantasmas e aqueles que estiverem acompanhando com atenção dificilmente deixarão escapar um grito. Desde o início da investigação, as pistas estão lá, facilitando o caminho para resolução de parte do enigma.
O ceticismo cego da personagem Florence em relação aos fenômenos sobrenaturais é um dos exemplos da abordagem de personalidade da trama: já no começo sabemos que o trabalho da escritora tem razões diferentes das que ela afirma ter, e é possível imaginar o real motivo, mas a verdade não é tão simples quanto parece. O mesmo acontece com o professor Mallory, veterano de guerra com cicatrizes mais profundas do que as fisicamente visíveis. A instituição do internato, comum na Inglaterra, também é apresentada como sinônimo de solidão, dor e incentivo para medidas extremas.

Se não pode ser considerada original, a trama (e seu final) são ao menos curiosos. Entretenimento com um toque instigante e moral da história de que cada um tem os fantasmas que merece. Ainda que nem todos acreditem nisso. Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme O Despertar:


The Awakening (Reino Unido, 2011) Dirigido por Nick Murphy. Com Rebecca Hall, Dominic West, Imelda Staunton, Lucy Cohu, John Shrapnel, Diana Kent, Richard Durden, Alfie Field, Tilly Vosburgh, Ian Hanmore, Cal Macaninch, Isaac Hempstead Wright...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.