Super Hiper Mega Banner

#1076-A Virgem e os Mortos

A Vinny Filmes lançou uma coleção chamada Mestres do Terror, que conta com uma série de títulos raros no Brasil. Entre eles está A Virgem e os Mortos, do diretor Jess Franco. Famoso por fazer longas-metragens que envolvem horror e mulheres nuas, como Vampiros Lesbos (de 1971), ele foi responsável também pela história da jovem Christina Benson (interpretada pela beldade Christina von Blanc).
Depois que seu pai morre, ela faz uma viagem para a leitura do testamento. O local não poderia ser mais esquisito: um castelo no meio do nada. Mesmo sendo constantemente advertida sobre a morbidez do local, ela decide ir. Lá, conhece parentes bizarros que tem a pele fria e parecem ser de uma outra dimensão. O título já dá uma pista sobre o estado daquela família. Só que Christina, que cresceu em um internato, aceita aqueles tipos como os parentes que ela nunca teve. E nem pensa em fugir - mesmo tendo pesadelos e visões sombrias.
A Virgem e os Mortos é um filme bem curto. A história (também assinada pelo diretor) não faz muito sentido, embora dê para perceber que existe uma preocupação em tentar explicar certos pontos no roteiro (como o passado de Christina). Mas o que todos sabem é que, na verdade, a obra é mais um dos quase 200 trabalhos que Jess Franco fez para explorar a beleza das atrizes. Não só a protagonista, mas todas as outras são belíssimas e sempre dão um jeito de ficar sem roupa.
A sacanagem também fica evidente com a presença de parentes lésbicas, que insistem em pegar a inocente Christina. Longe de ser uma superprodução, o filme é trash. Mas é exatamente por isso que ele merece uma conferida. Seja por ser um tipo curioso de cinema - que tornou o diretor famoso - ou pela maluquice da história. Detalhe que o próprio Jess Franco faz uma participação na obra.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblog


Christina, Princesse de L'érotisme (Bélgica / França / Itália / Liechtenstein, 1973) Dirigido por Jesus Franco. Com Christina von Blanc, Britt Nichols, Rosa Palomar, Anne Libert, Howard Vernon, Paul Muller, Nicole Guettard, Jesus Franco...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.