Super Hiper Mega Banner

#1082-Paralelo 10


*Por Ray de Aguiar (na Cidade de Goiás) - raydeaguiar@daiblog.com.br

Documentários nacionais foram maioria na programação FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental 2012. Cada um abordava uma história diferente, mas sempre com uma temática que tivesse pelo menos uma ligação com o meio ambiente. Enquanto alguns deixaram essa ligação como elemento coadjuvante, como O Tesouro Branco, que focava mais no aspecto humano, outros abordaram o elemento natureza de maneira mais explícita, como Paralelo 10.

O filme é um registro sobre os últimos índios livres do planeta. O sertanista José Carlos Meirelles retorna ao Acre depois de um ano e meio, junto com o antropólogo Terri de Aquino. Mais precisamente à região do Paralelo 10º Sul, na fronteira com o Peru. Durante o trajeto, ele relembra suas experiências e tenta encontrar uma solução para as tribos indígenas da região conviverem pacificamente com os índios “brabos”, que vivem isolados dos outros.

Apesar de ser um documentário, algumas cenas parecem ter sido pensadas próprias para a produção, fazendo com que o filme perca um pouco o seu estilo “natural” e sem ensaios. A edição também lembra uma filmagem caseira, na qual cenas são interligadas em uma conexão sem sentido, fazendo o filme parecer um quebra-cabeça no qual as peças não estão bem encaixadas. Por fim, fica a sensação de um filme que mais se preocupou em mostrar os perigos da travessia de um rio no norte do Brasil, em vez de tentar dar uma luz à discussão de como conviver pacificamente com uma tribo violenta.
O detalhe é que o próprio José Carlos Meirelles, aparece rindo em frente a um animal morto pela tripulação do barco em que viajavam. A questão não é matar um animal para comer, mas a atitude para com esse ato. Desdenhar de um ser sem vida e ficar chutando-o nos leva a pergunta: quem é a tribo dos “brabos”, afinal? Bom, aí depende do ponto de vista.
Cotação do Daiblog: Daiblog

Veja aqui um trecho do filme Paralelo 10:


Paralelo 10 (Brasil, 2011) Dirigido por Silvio Da-Rin. Com José Carlos Meirelles, Terri de Aquino...

Ray de Aguiar viajou a convite do FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.