Super Hiper Mega Banner

Show internacional e pré-estreia abriram o mais novo festival de cinema da capital


*Por Raíssa Saraiva - raissasaraiva@daiblog.com.br

Uma multidão lotou a Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional na noite da última quinta-feira para prestigiar a abertura do I Brasilia International Film Festival (Biff), o revigorado Festival Internacional de Cinema de Brasília. Ao todo, 12 produções inéditas no País concorrem a cinco categorias com premiações de US$ 10 mil cada.

Com condução da atriz Carmem Moretzsohn e do secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, o também ator Sérgio Mamberti, a cerimônia de abertura contou com show exclusivo da atriz e cantora dinamarquesa Anna Karina, grande homenageada desta edição do festival. Musa da Nouvelle Vague do cinema francês da década de 1960, a artista estrelou filmes de Jacques Rivette, Pierre Koralnik e do renomado Jean-Luc Godard, de quem foi esposa.
Simpática e extremamente à vontade, Anna Karina embalou a plateia com cerca de uma hora de melodias suaves e singelas, ora acompanhadas apenas por piano, ora apenas por violão. A cantora fez questão de conversar (em francês) com o público entre uma canção e outra, arriscando até mesmo um ‘muito obrigada’ em português.
O pontapé inicial da mostra de filmes foi a exibição especial do novo filme internacional do diretor Walter Salles (Central do Brasil, Diários de Motocicleta), a adaptação para o cinema do clássico beatnik On the Road, do escritor Jack Kerouac. A atriz brasileira Alice Braga, que participa da trama como a personagem Terry, esteve na abertura do Biff representando a equipe do filme.

Segundo a artista, a exibição de Na Estrada em Brasília foi a primeira do filme no País aberta ao grande público, que apreciou a cortesia. Vale lembrar que a produção concorreu ao último Festival de Cinema de Cannes, em maio deste ano.
Além da mostra competitiva, o festival ainda terá exibições paralelas de filmes do novo cinema europeu, produções independentes dos Estados Unidos, animações, filmes latinos dirigidos por mulheres e produções de temática voltada para a África. A programação vai até 22 de julho, com sessões no Teatro Nacional e no Cine Cultura do shopping Liberty Mall. Mais informações no site: http://biffestival.com/
Fotos: Daniel Martins

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.