Super Hiper Mega Banner

10 filmes com temática sadomasoquista

O sucesso do livro Cinquenta Tons de Cinza tem reacendido o interesse do público por um provocante tema: o sadomasoquismo. E foi pensando nesse bafafá que o Daiblog - Diversão * Arte * Informação fez uma seleção de filmes que tratam deste assunto. Leia a seguir uma relação de longas que falam do tema ou estão relacionados:

1-A Professora de Piano


O diretor Michael Haneke conta a história de uma mulher controlada pela mãe que tenta levar uma vida normal mesmo com os conflitos em casa e seus desejos sexuais envolvendo humilhação e violência. Ela encontra um jovem aluno, que pode colocar em prática suas fantasias eróticas. Inspirado no livro A Pianista, de Elfriede Jelinek, é um filme forte que conta com a impecável atuação de Isabelle Huppert.

2-Secretária


Uma comédia sexy que mostra a relação de dominação que acontece no ambiente de trabalho. Lee (Maggie Gyllenhaal, de Batman - O Cavaleiro das Trevas) aceita um emprego como secretária de um advogado bem controlador (James Spader). As relações profissionais se misturam com as pessoais a partir do momento que ele percebe que ela está disposta a obedecê-lo em tudo. Um filme leve, engraçado e que mostra um romance que pode funcionar.

3-Distúrbios do Prazer
Inspirado em uma história real, o longa-metragem é um drama denso que mostra a vida de Nancy Stockwell (Maria Bello, em sua melhor atuação). Ela é uma mulher insatisfeita com o casamento que procura, na internet, um homem para matá-la. Enquanto pesquisa, ela encontra prazer no sofrimento sexual. Com tons de suspense, o resultado é um sombrio relato sobre dois estranhos que não podiam se encontrar.

4-A Bela da Tarde


Espetacular neste clássico de Luis Buñuel, Catherine Deneuve interpreta uma jovem que tem tudo para ser feliz. É casada com um médico de sucesso e leva uma vida confortável. Mas seu morno relacionamento a impede de realizar seus desejos mais profundos. Por isso ela se transforma, durante a tarde, em uma prostituta. É quando encontra novas formas de prazer nas mãos de homens pervertidos.

5-Lua de Fel
Apesar de não ser considerado um dos melhores títulos da filmografia de Roman Polanski, Lua de Fel acompanha todos os estágios de um relacionamento intenso entre Oscar (Peter Coyote) e Mimi (Emmanuelle Seigner, a esposa do diretor, por sinal). O foco não é exatamente o sadomasoquismo, mas a prática aparece quando eles tentam apimentar a relação - que funciona basicamente por causa da atração entre eles.

6-Mata-me de Prazer
Alice (Heather Graham) se apaixona por Adam (Joseph Fiennes), um homem muito misterioso. Ela se entrega aos desejos e se deixa levar numa relação que envolve práticas que ela desconhecia, como a asfixia erótica. O longa foi inspirado em um romance picante e não economiza nas cenas de nudez do belo casal. A tentativa de fazer um suspense, entretanto, acaba deixando o filme com momentos irregulares.

7-Videodrome - A Síndrome do Vídeo


Cronenberg mistura as primeiras teorias da comunicação com a loucura de sua mente genial neste imperdível filme. Na trama, um homem que trabalha selecionando conteúdo para uma emissora pornô tem contato com um VHS ilegal que mostra cenas de sexo e violência. O que ele não imagina é que as imagens terão efeito direto na sua mente e no seu corpo. A produção, que será refilmada, traz elementos de  ficção científica e sadismo.

8- O Império dos Sentidos
Polêmico longa-metragem japonês que fez a crítica questionar quais são as barreiras entre a pornografia e a arte. O cineasta Nagisa Ôshima mostra o caso de uma ex-prostituta que trabalha em uma casa de família e acaba tendo um caso com o patrão. Os dois desenvolvem uma paixão perigosa que extrapola todos limites, o que leva a um trágico desfecho. Um título importante na história do cinema asiático, com momentos célebres, como a cena do pompoarismo.

9-Saló ou os 120 Dias de Sodoma
Recomendado apenas para quem tem estômago forte, o último filme de Pier Paolo Pasolini acompanha todo o sofrimento de um grupo de nove adolescentes que são submetidos a todo tipo de tortura. Inspirado na obra do Marquês de Sade, o longa foi proibido em vários países por mostrar, de forma crua, sádicos em ação. Estupros, humilhações e outros abusos fazem parte da trama, que é uma clara crítica ao fascismo.

10-Contos Proibidos do Marquês de Sade
O infame autor que nunca teve papas na língua é o protagonista deste ótimo filme indicado a três Oscars. O roteiro acompanha como eram escritos os conteúdos que escandalizavam famílias e incomodavam a sociedade. Mesmo internado como se fosse louco, o escritor encontrava uma forma de por no papel todas suas ideias pornográficas. No elenco está Kate Winslet (Titanic), no papel de uma lavadeira que é seduzida pelas histórias escritas.

3 comentários:

  1. Tema exótico, mas interessante, rs

    ResponderExcluir
  2. Lista interessante, filmes ótimos! Percebi que nos casos mais extremos de submissão, o indivíduo é sempre afetado na infância por violência ou mal relacionado com os pais. Em a Pianista e Distúrbios do Prazer isso fica bem claro.Fora essa observação, vi que o quanto essas pessoas submissas se expõem ao perigo ainda maior que as práticas desejadas, quando, se relacionam com pessoas que não são sádicas por fetiche e sim por perversão irresponsável...nossa!Filmes intensos e que me fizeram pensar em diversas possibilidades.PARABÉNS PELA LISTA!

    ResponderExcluir

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.