Super Hiper Mega Banner

Nanda Costa estrela capa da revista Joyce Pascowitch

Estrela de filmes independentes como Febre do Rato e Sonhos Roubados, a carioca Nanda Costa viu seu nome estourar em 2012 quando aceitou ser a protagonista da novela das 9 da Rede Globo, Salve Jorge, de Glória Perez. A atriz, que estampa a capa da edição de janeiro da Revista Joyce Pascowitch, contou ao jornalista Paulo Sampaio que a escalação também foi uma surpresa para ela, uma vez que, ao levar em conta o padrão global de plano de carreira, ela pulou alguns degraus. “Eu não tinha sido protagonista de Malhação, nem da novela das 6, nem das 7...”.
Com a fama, Nanda viu seu nome envolto à uma rede de fofocas como o de que foi escolhida emergencialmente no lugar de Juliana Paes; de que ela e Rodrigo Lombardi, seu par romântico na história, não se davam bem e até que Thammy Miranda, filha assumidamente homossexual de Gretchen estaria apaixonada por ela. Porém a atriz explica que não se sente desconfortável. Isso porque usa o recurso de chamar-se na terceira pessoa e separa a Nanda Costa (personagem público) da Fernanda Costa (o que deixa em casa). “Já tive o meu momento de ir para a Lapa, frequentar as gafieiras, gosto de samba, mas hoje prefiro preservar a Fernanda.”
Com apenas 26 anos, Nanda mostrou que não é deslumbrada e não tem medo de ser quem é. Tanto que em meio à algazarra instaurada no estúdio, montado em um casarão tombado do Bixiga, afim de definir as referências do ensaio, Nanda, com seu jeito reservado, e em meio à citações como Caroline de Mônaco e Sarah Jéssica Parker, cita o tom hermético do clássico O Último Tango em Paris e a atriz Maria Schneider, atriz cuja semelhança com Nanda, vai além da física. “Sou da escola do frescobol, não do pingue-pongue. No frescobol, a bola não pode cair no chão”, afirma ela, sobre o modo como contracena.
Para a matéria, Nanda Costa ainda fala sobre o processo que a levou a se tornar atriz, a orientação da mãe para que ela iniciasse a carreira em São Paulo, e não no Rio de Janeiro e sobre suas atitudes. A revista, editada pelo Grupo Glamurama, já está nas bancas com o valor de R$ 14,90. Para mais informações, acesse www.glamurama.com. Fotos: André Schiliró.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.