Super Hiper Mega Banner

"O filme vai ganhar bastante dinheiro", diz Padilha sobre Robocop

O De Frente Com Gabi deste domingo, 02 de março, recebe José Padilha, o cineasta brasileiro que conquistou Hollywood. Após os sucessos Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, Padilha dirigiu o novo Robocop, um investimento de mais de 130 milhões de dólares que chegou aos cinemas na última sexta-feira (21). O programa é exibido no SBT à 0h, logo após o Programa Silvio Santos. Confira as melhores frases da entrevista:

Daiblog Eu acho que o que mais me ajuda a fazer cinema é ler muito. O cinema, antes de ser uma arte visual, é uma arte narrativa.

Daiblog Não faço filme pensando em Oscar, mas sim na história que quero contar. Facilita, abre portas, mas acho que nenhum diretor faz filme pensando só nele (Oscar).
Carol Soares/SBT
Daiblog O filme vai ganhar bastante dinheiro. (sobre Robocop)

Daiblog Queria fazer um filme político e que discutisse essa automatização das armas. (sobre Robocop).

Daiblog Todo adolescente quer ser o Homem de Ferro, ninguém quer ser o Robocop. Ele é muito mais próximo do Frankenstein do que do homem.

Daiblog Eu sabia que o Robocop seria um filme difícil por ser “cult” e ter uma legião de fãs

Daiblog
Eles gostaram da ideia de fazer um filme fora dos moldes de super-herói. (sobre os atores de Robocop)

Daiblog Não é diferente dirigir o Wagner Moura e o Joel Kinnaman. Só tenho medo de dirigir ator ruim.
Daiblog Fazer cinema no Brasil é um ato heroico. Quem faz é por amor mesmo.

Daiblog Em Tropa de Elite entrevistei mais de 30 policiais (para fazer o filme).

Daiblog O tipo de polícia que cada sociedade tem fala muito sobre ela.

Daiblog Já falei o que tinha para falar sobre violência. Não vou fazer só para ganhar dinheiro, tenho que fazer porque significa algo para mim. (Sobre o Tropa de Elite 3)

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.