Super Hiper Mega Banner

Crítica: Falta calor humano em Evereste

Jonathas Soares - jonathassoares@daiblog.com.br

Como cinéfilos completam listas como “ver todos os filmes vencedores do Oscar”, os personagens de Evereste também querem completar a sua lista: escalar todas as montanhas mais altas do mundo. O filme é baseado em uma história real, e segue a trajetória de um grupo liderado por Rob Hall (Jason Clarke) em uma tentativa de chegar ao topo em 1996. Rob tem uma empresa que ajuda alpinistas amadores a escalar a famigerada montanha e, assim, deixa a sua esposa grávida Jan (Keira Knightley) em casa, na Nova Zelândia, e parte para essa missão no Nepal.
Para quem conhece a história real, não será uma surpresa aprender que ela, infelizmente, termina em morte. No entanto, o que importa aqui não é o destino final e, sim, a viagem, a forma como chegamos nele. O filme mostra em detalhes como todo o episódio aconteceu, intercalando pedaços narrativos com paisagens e vistas incríveis, ostentando uma fotografia impressionante e, às vezes, assustadora.
Rob se junta a um outro líder de alpinistas, o americano Scott Fischer, interpretado por Jake Gylenhaal, para compartilhar certos itens e, principalmente, experiência, quando começam os obstáculos que irão resultar em tragédia. No entanto, apesar de toda a tensão baseada no mistério de quem vai conseguir sobreviver, o que é impossível adivinhar, falta em Evereste um certo calor humano e emoção. Estes ingredientes são essenciais para que consigamos nos importar verdadeiramente com os personagens e sentir-nos afetados quando perdemos algum.
Um dos problemas que o filme apresenta é o grande número desses personagens, mais de vinte. Muitos rostos e foco insuficiente nos principais. Além disso, há mortes que não são mostradas no filme, o que não contribui para que possamos sentir algo. Esse é mais um exemplo de produção que prova que efeitos especiais e orçamentos faraônicos não são suficientes para cativar o público, que sempre precisa de uma história bem contada e que tenha foco, sem dividir esse holofote com um número excessivo de atores.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Evereste:

Everest (EUA / Reino Unido / Islândia, 2015) Dirigido por Baltasar Kormákur. Com Jason Clarke, Ang Phula Sherpa, Thomas M. Wright, Martin Henderson, Michael Kelly, Jake Gylenhaal, Keira Knightley...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.