Super Hiper Mega Banner

Crítica: Poder da atuação em Grace de Mônaco

Por Michel Toronaga - micheltoronaga@daiblog.com.br

Sempre associada a um conto de fadas, a história da atriz Grace Kelly encanta pela magia. O que nem todos sabem, entretanto, é o que aconteceu depois do hipotético “felizes para sempre”, isto é, depois do casamento. E é exatamente esse recorte da vida da artista que largou Hollywood para ser princesa que aparece no longa-metragem Grace de Mônaco.
Dirigido por Olivier Dahan (Piaf: Um Hino ao Amor), o filme começa já com Grace (Nicole Kidman) em sua nova realidade. Após se casar com Rainier Louis (Tim Roth), príncipe de Mônaco, ela tenta se adaptar à rotina de etiquetas e responsabilidades reais. Um universo diferente, já que cada atitude pode ser interpretada de uma forma diferente pela população. Isso sem falar nas complicações políticas do cargo.
A saudade de atuar reaparece com a visita do cineasta Alfred Hitchcock, que sempre a considerou sua musa. O roteiro escrito por Arash Amel possui um ritmo lento, o que prejudica um pouco a projeção. Demora até entender que o principal tema do drama não é sobre a celebridade em si. E esse é um dos fatores que pode ter desanimado quem esperava ver o tal conto de fadas. O romance em si não é o mais importante na trama.
O filme fala sobre o poder da atuação e como Grace interpretou o papel de sua vida ao se tornar símbolo de bondade e simpatia – características que, inclusive, foram decisivas em uma negociação política entre o então presidente da França Charles de Gaulle e seu marido. O destaque vai para as boas atuações do elenco e a fotografia requintada, com imagens em close que mostram que Kidman permanece linda como na juventude.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Grace de Mônaco:

Grace of Monaco (França / Estados Unidos / Bélgica / Itália / Suíça, 2014) Dirigido por Olivier Dahan. Com Nicole Kidman, Tim Roth, Frank Langella, Paz Vega, Parker Posey, Milo Ventimiglia, Geraldine Somerville...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.