Super Hiper Mega Banner

Crítica: Mutantes humanos em X-Men Apocalipse

Por Leonardo Resende - hashtagcinema@daiblog.com.br

Se não fosse por X-Men - O Filme (2000), de Bryan Singer, provavelmente não existiria a trilogia Homem-Aranha (2002 -2006) e muito menos as adaptações de Christopher Nolan para o Batman. Juntamente com o roteirista David Hayter, Singer se tornou pioneiro ao colocar drama como plano de fundo em uma adaptação de quadrinhos. Os mesmos elementos vistos nos outros filmes X-Men são reprisados com menos profundidade em X-Men Apocalipse, estreia desta semana.


Uma década após os eventos de X-Men - Dias de um Futuro Esquecido (2014), um ser chamado Apocalipse desperta milênios depois de uma traição durante o Egito Antigo. Visto como uma figura messiânica por seus adoradores, Apocalipse não compreende o mundo novo dos anos 1980 em que acordou. Por isso, o mutante reúne mais quatro seguidores, incluindo Magneto (Michael Fassbender), Psylocke (Olivia Munn), Tempestade (Alexandra Shipp) e Arcanjo (Ben Hardy) para uma aniquilação global. Ainda jovens, Jean Grey, Ciclope e Noturno são recrutados para lutar ao lado de Mística e Mercúrio contra Apocalipse e seus discípulos.


Homem de Aço (2013) conseguiu a façanha, mesmo que sutil, em unir um discurso religioso com drama pessoal. X-Men - Apocalipse poderia seguir de maneira mais eficaz, se não fosse pelo imediatismo do roteirista em inserir tantos personagens novos. Entretanto, este filme é enriquecido quando os valores de personagens antigos são impostos. Vide Magneto, que a cada filme se mostra mais deteriorado emocionalmente.


Interpretado por Oscar Isaac (Ex-MachinaDrive), Apocalipse é introduzido de forma incrível ao público. Alinhado com os quadrinhos, o personagem é ameaçador e muito bem conduzido por Isaac. O único problema deste vilão é a sua redundância moral. O motivo é apenas um e o discurso também. Como citado, a tentativa de mostrar a origem de novos personagens deixa X-Men Apocalipse levemente desfocado. Porém, o fator que deixou a franquia de Singer grandiosa permanece lá: a humanização dos personagens. E mesmo que seja em tons menores se comparado com outros filmes, o novo título ainda faz jus ao seu legado.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme X-Men Apocalipse:



X-Men Apocalipse (EUA, 2016) Dirigido por:  Bryan Singer. Com James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Oscar Isaac, Rose Byrne, Evan Peters, Josh Helman, Sophie Turner, Tye Sheridan, Lucas Till...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.