Super Banner

Crítica: Confusão de gêneros em Dogma do Amor

*Por Michel Toronaga - micheltoronaga@daiblog.com.br 

Depois do sucesso do poderosíssimo filme Festa de Família, todas as expectativas em relação ao trabalho seguinte do cineasta dinamarquês Thomas Vinterberg eram as mais elevadas possíveis. Dogma do Amor, contudo, não é bem o que as pessoas esperavam. É um longa-metragem esquisito, difícil de ser definido. E ainda tem um Sean Penn mal aproveitado. 


Ambientada em um futuro não muito distante, a história é uma mistura de drama romântico com suspense e ficção científica. Apesar de tudo ser estranhamente familiar, alguns detalhes deixam claro que as coisas não mesmo como nos dias de hoje. E por trás deste contexto inusitado está uma premissa simples: a viagem de John (Joaquin Phoenix), que vai até Nova Iorque para que sua ex-esposa assine finalmente os termos do divórcio.


Elena (Claire Danes) é uma celebridade, uma patinadora famosa. Ainda ligada a John, ela tenta evitar ao máximo o fim do relacionamento - um matrimônio que acabou há mais de um ano. Enquanto isso, coisas estranhas acontecem no mundo, como pessoas simplesmente solitárias que sofrem de uma doença cardíaca sem cura e simplesmente caem mortas nas ruas. E a população vê com naturalidade esse tipo de morte. 


O drama se torna um thriller quando parece existir uma bizarra conspiração em relação ao futuro de Elena. E a noção do perigo iminente fará com que John reveja seus sentimentos pela mulher. Dogma do Amor (um título que tenta pegar carona no brilhante movimento cinematográfico que o cineasta ajudou a desenvolver) é confuso por não se definir bem. E essa provocação pode perturbar o público. O roteiro fala da frieza da sociedade pós-moderna e de temas interessantes. Mas, no final, é tudo mesmo sobre o amor. 
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblog 

Veja aqui o trailer do filme Dogma do Amor


Dogma do Amor (Itália / França / Canadá / Espanha / Estados Unidos / Japão / Suécia / Reino Unido / Dinamarca / Alemanha / Holanda, 2003) Dirigido por Thomas Vinterberg. Com Joaquin Phoenix, Claire Danes, Sean Penn, Mark Strong, Margo Martindale, Alun Armstrong , Douglas Henshall...
Google+