Super Hiper Mega Banner

Crítica: Frank transborda paixão pela música

*Por Michel Toronaga - micheltoronaga@daiblog.com.br

Logo no início de Frank dá para entender como a música é importante na vida de Jon Burroughs (Domhnall Gleeson, o ruivo Bill Weasley de Harry Potter). A trama começa com ele cantarolando mentalmente e buscando inspirações para compor novas canções. Anônimo e apaixonado por melodias, ele tenta investir numa carreira artística enquanto sobrevive num trabalho monótono dentro de um escritório.


Muitos artistas frustrados vão se identificar com o personagem. E podem se empolgar quando sua vida muda após ser convidado para substituir o tecladista de uma banda psicodélica bem diferente, a The Soronprfbs. É lá que ele conhece o vocalista Frank (Michael Fassbender, de 12 Anos de Escravidão). Talentoso e exótico, ele sempre usa uma máscara gigante – não tira nem para tomar banho.


Fascinado pela genialidade de Frank – que faz composições inusitdas e criativas –, Jon decide seguir o sonho de viver de música. Ele larga tudo e integra o grupo, que pretende lançar um disco inédito. A viagem faz com que ele amadureça em todos os sentidos. O longa-metragem dirigido por Lenny Abrahamson é como uma homenagem para todos os que planejam seguir a intuição e viver da arte. O grupo é realmente maluco, com integrantes esquisitos e problemáticos. Entre eles está a agressiva Clara (Maggie Gyllenhaal, de Secretária).


Frank é uma comédia-dramática independente que traz um senso de humor diferente. As situações e personagens provocam risos pela estranheza. Os segmentos finais, entretanto, puxam para o lado triste da história. Enquanto há uma fantasia empolgante sobre uma vida alternativa, a realidade se mostra presente com todas as obrigações e imposições da sociedade.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Frank:



Frank (EUA, Reino Unido, Irlanda / 2014) Dirigido por Lenny Abrahamson. Com Michael Fassbender, Domhnall Gleeson, Maggie Gyllenhaal, Moira Brooker, Phil Kingston, Scoot McNairy, François Civil, Carla Azar

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.