Super Banner

18º Fica - Realidade virtual registra desastre em Mariana

*Por Michel Toronaga, da Cidade de Goiás - micheltoronaga@daiblog.com.br

O 18º Fica - Festival de Cinema e Vídeo Ambiental, que acontece até 21 de agosto, na Cidade de Goiás (a 386 km de Brasília), começou com a exibição do curta-metragem Rio de Lama, do visionário cineasta e multi artista Tadeu Jungle. Entusiasta tecnológico, ele fez um desafiador filme captado em 360º, que pode ser visto de uma forma moderna e imersiva com o uso da realidade virtual.

Rio de Lama
Jungle esteve em Bento Rodrigues, cidade que foi completamente destruída depois que a barragem em Mariana (MG) rompeu, no dia 5 de novembro de 2015.  Ao conversar com os antigos moradores, o cineasta fez um relato dramático das lembranças de quem vivia num lugar que hoje abriga apenas lama e destroços. A captação das imagens em todos os ângulos possíveis não foi gratuita e proporciona uma visão ampla e realista da dimensão da tragédia. Algo que só poderia ser vivenciado realmente por quem esteve lá.

Cineasta Tadeu Jungle Foto: Aline Arruda

A sessão na abertura foi exibida na tela do Cinemão, mas o público também pôde assistir ao curta Rio de Lama com os óculos de realidade virtual disponíveis no Cinemão. Conectados em celulares, eles proporcionam a experiência completa - e assustadora - de ver os escombros e os sonhos soterrados de várias pessoas vítimas da ganância e despreparo da mineradora.

Público presente na abertura. Foto: Aline Arruda

"O filme, sobre o maior desastre ambiental do Brasil, foi chocante. E o Fica tem esse papel de provocar", comentou Raquel Teixeira, secretária de Estado da Educação, Cultura e Esporte da Secretaria de Educação do Estado de Goiás. O discurso do cineasta Tadeu Jungle foi interrompido pela presença de dezenas de estudantes, que fizeram um protesto com cartazes contra o presidente interino Michel Temer. Após a manifestação, o grupo saiu e Jungle pôde concluir sua apresentação e exibir Rio de Lama.

Cobertura 18º Fica. Leia também:
Festival traz cinema e natureza andando juntos
Cineastas mostram produção local na Mostra ABD
Google+