Super Hiper Mega Banner

Crítica: Conhecendo o estranho com Solon

*Por Leonardo Resende - hashtagcinema@daiblog.com.br

Há quem diga que o filme Sob a Pele (2014), de Jonathan Glazer, foi realizado além de seu tempo. Existem pessoas que também apoiam que foi uma influência plena para a ficção científica. Solon, de Clarissa Campolina, se apega intensamente a essas referências no curta-metragem que abriu a primeira sessão da sexta-feira do 49º Festival de Brasília de Cinema Brasileiro.


Com imagens filmadas com muito lirismo, o filme de Clarissa retrata a vida de um ser num planeta inóspito, onde a poeira, a lama e o fogo dominam superfícies e preenchem a tela. O curta-metragem mostra o deslocamento deste indivíduo com muitos sons e efeitos sonoplásticos.


Essa estranheza do habitante é passada quase instantaneamente ao espectador. Todos os gestos e sons somados às paisagens desérticas destacam Solon como um dos melhores curtas-metragens do festival. Por mais que seja grande a quantidade de ruídos e imagens desconexas da obra, ver aquele indivíduo locomover em todos os cantos do desconhecido é algo espetacular.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Leia mais sobre o 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
Crítica: Conhecendo o estranho com Solon
Filmes retratam a sensibilidade das produções mineiras
Programação para a criançada no Festivalzinho
Crítica: A crueldade sem filtros é vista em Martírio
Curtas: Regresso soteropolitano e animação dramática
Crítica: Rifle tem clima de faroeste no sul do Brasil
Festival de Brasília começa com tom politizado
Mostra Cinema Agora no Festival de Brasília
Curta de Lauro Escorel abrirá o Festival de Brasília
Cinema Novo na abertura do Festival de Brasília
A Destruição de Bernardet no Festival de Brasília
Curtas e médias do 49º Festival de Brasília
Longas selecionados para o 49º Festival de Brasília

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.